Adorar a Deus, o Objetivo da Existência

"Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele darás culto." Lucas 4:8

Como é triste e lamentável ver multidões imersas em rituais inúteis e em cerimônias religiosas vãs! São muitos os que têm devotado suas vidas a um comportamento pseudo-religioso de adoração daquilo o que não é adorável. Falsos deuses, pedaços de pedra, de argila e de gesso. Fragmentos de madeira, lascas de pau e até de ossos têm sido motivo de adoração inútil e blasfema. Procissões e cerimônias mortas, sem alegria e sem vida, demonstram a indigência espiritual dos que não olham para Deus. Não atentam para as suas obras, para as maravilhas de sua criação e para a riqueza de sua graça, pela qual, em Jesus Cristo, todas as coisas nos são dadas.

Igualmente mortas são as atitudes de adoração à criatura humana. Não são poucos os que têm posto na criatura a sua confiança e as suas expectativa. A adoração à criatura humana tem diferentes faces, que vão desde a idolatria a ídolos humanos e a celebridades, até a francas adorações sexuais de corpos humanos. Tudo perda de tempo e prazeres fugazes. Trocam ouro por estrume e preferem a morte em lugar da vida. Sobre essa atitude as Escrituras já nos adverte:

"Por isso, Deus entregou tais homens à imundícia, pelas concupiscências de seu próprio coração, para desonrarem o seu corpo entre si; pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!" Romanos 1:24,25

Adorar a Deus é algo tremendo! É um relacionamento rico em diálogo, em respostas, em concordâncias e em carinho mútuo. Não há nada mais gratificante e empolgante do que dirigir palavras a Deus e poder ver e ouvir suas respostas. Ver e contemplar que um Deus tão grande nos ouve atentamente e move céus e terra em favor dos que o amam. É poder ter a certeza inabalável que juntamente com a manhã, com o nascer do sol, vêm também as respostas de Deus em atenção perfeita às orações que lhe foram dirigidas. Eu mesmo, de coração alegre e de espírito voluntariamente disposto, fui posto de pé por Deus a fim de testemunhar desta maravilhosa relação amorosa com que fui contemplado por Cristo, meu Senhor e Deus.

Existem, contudo, pré-requisitos fundamentais para que se conquiste tão amável posição. Os requisitos são a fé no Senhor Jesus Cristo, a humildade diante de Deus e a firme disposição em aceitar a sua disciplina purificadora. Possuímos, em razão de nossa descendência adâmica e devido às múltiplas contaminações deste mundo, uma quantidade incalculável de imperfeições e de sujidades. Tais imundícies que todos trazemos são obstáculos ao desenvolvimento de uma rica e bela relação de intimidade com um Deus santo e eternamente imaculado. Porém, em sua elevadíssima sabedoria e em seu terno amor que tem para conosco, Deus sabe nos conduzir, da melhor forma, à purificação de nosso espírito, alma, coração e mente a fim de podermos ser contemplados com tão sublime relacionamento. E disto também fala a Escritura:

"Adorai o SENHOR na beleza da sua santidade" Salmos 96:9 

"Tendo, pois, ó amados, tais promessas, purifiquemo-nos de toda impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus." 2 Coríntios 7:1 

"Pois eles nos corrigiam por pouco tempo, segundo melhor lhes parecia; Deus, porém, nos disciplina para aproveitamento, a fim de sermos participantes da sua santidade." Hebreus 12:10 

De fato muitas são as promessas dadas aos Cristãos com relação à eternidade vindoura. Porém sobremaneira magnífico e indescritivelmente excitante é o fato de podermos, aqui, hoje e agora, provar do relacionamento direto e íntimo com Deus. Aqui de baixo eu falo, e lá de cima Deus me responde. O que poderia ser mais tremendamente empolgante nesta existência?

"mas, como está escrito: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam." 1 Coríntios 2:9


INTELLECTUS

 

Home