Aos Adeptos do Hinduísmo

Pensamos ser necessário dirigir estas palavras a quantos venham as ser Hinduístas ou Budistas e que estejam lendo o material contido no nosso site.

Nós, cristãos, fomos, nós mesmos, libertados de toda a sorte de mentiras e de enganos que nos escravizavam antes de conhecermos a Verdade, e a Verdade é Jesus Cristo, o Filho de Deus:

“Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” João 14:6 

Sendo, pois, livres e discípulos do Filho Unigênito de Deus, o Senhor Jesus Cristo, Ele que por nós deu a vida no Gólgota, em Jerusalém, há dois mil anos atrás, pagando, Ele mesmo, o preço pelos nossos muitos pecados, e ressuscitando ao terceiro dia, temos para com Ele a obrigação e o dever de sermos fiéis em toda a Sua pregação e doutrina e de anunciarmos a Verdade, por onde quer que estejamos, e por onde quer que seja.

Bem sabemos que a presente situação do mundo é uma situação de caos e de morte, sendo Satanás o principal responsável pela horrenda situação de maldade, violência, perversidade, crueldade e injustiças de toda sorte.

O maior objetivo do inimigo de Deus e dos homens é a destruição material e espiritual dos seres humanos, por isso é que lutamos e combatemos, no nome do Senhor Jesus Cristo, todo o arsenal de mentiras e de engodo, sutis ou não, que o diabo tem disseminado pelo mundo afora.

A destruição do inimigo de Deus não tardará, porém, até que chegue o Grande Dia, o Dia do Juízo de Deus, estaremos nós, os cristãos, fortemente empenhados nesta luta espiritual sem tréguas.

O Hinduísmo é, em todas as suas formas, completamente contrário aos ensinamentos do Senhor Jesus Cristo.

Segundo a sã doutrina do Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, cabe ao homem invocar a Deus, suplicando o perdão dos pecados e pela salvação de nossas almas. Este clamor e súplica só podem ser dirigidos a Deus, Ele mesmo, no nome de Seu Filho Unigênito, O mesmo que desceu dos céus e veio ao mundo para salvar os pecadores da condenação do inferno eterno.

Aproveitamos a oportunidade para declarar a nossa rejeição a todos os movimentos beligerantes fundamentalistas e seculares, a exemplo da Jihad Islâmica, que nada tem a ver com os interesses do Reino de Deus, antes sim com a ganância pelo poder e pelas tentativas de impor regimes totalitários e opressores onde seus ditadores são os maiores beneficiados.

Sendo assim, não poderemos deixar de expor toda e qualquer artimanha diabólica que pretenda desviar a atenção do verdadeiro objetivo da existência: O pleno conhecimento de Deus através de Seu Filho Unigênito, o Senhor Jesus Cristo.

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” João 17:3 

Nós, cristãos, servos e filhos do Senhor Jesus Cristo, rejeitamos toda e qualquer tentativa diabólica de tentar colocar os Vedas Hindus em qualquer sorte de correspondência com as Sagradas Escrituras, a Bíblia, pois cremos que a Bíblia é a eterna Palavra de Deus e que foi escrita pelo próprio Deus, o qual escolheu, preparou e santificou homens a fim de que Sua Palavra fosse escrita e pudesse chegar a todos os seres humanos antes do Grande Dia.

Não cremos nos Vedas Hindus, nem em sua autoridade e nem em seu conteúdo, antes, rejeitamos, por completo, esses escritos, os quais, como já dissemos, são frontalmente contrários e opostos à sã doutrina do Evangelho do Senhor Jesus Cristo.

Repelimos ainda toda e qualquer proposta ou proposição de nos unirmos em uma única Religião Mundial, sob que pretexto for, pois não adoramos e nem servimos a deus nenhum, mas tão somente adoramos e invocamos o Criador dos céus e da terra, o Deus de Israel, o Jeová Elohim da Bíblia, o Pai do Senhor Jesus Cristo, Deus Ele próprio.

“E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” Atos 4:12 

“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.” Filipenses 2:5-11


 

 

Home