Estudos sobre o Apocalipse. Quem é a Grande Babilônia, a

Mãe das Meretrizes e das Abominações da Terra? Apocalipse 17 e 18.

“Na sua fronte, achava-se escrito um nome, um mistério:

BABILÔNIA, A GRANDE, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA.” Apocalipse 17:5

Parte 1

Durante séculos, a Igreja de Cristo tem buscado conhecer a identidade da Grande Babilônia, a Mãe das Abominações da Terra, que sofrerá grande ira da parte de Deus, devido aos seus muitos e gravíssimos pecados.

 

Vivemos em dias de explícita Apostasia (abandono da fé), dias em que muitos falsos profetas e falsos líderes religiosos tem surgido, o que só irá se agravar. Portanto, é necessário que estejamos alertas e muito apegados a Deus e à Sua Palavra a fim de não sermos enganados por falsas doutrinas e por falsos ensinos.

 

Veremos neste estudo, vários trechos das Escrituras que já nos permitem conhecer a identidade da Grande Meretriz. A Grande Meretriz é identificada no Apocalipse como A Grande Babilônia, A Grande Cidade, A Mulher montada sobre a Besta, e também como a Mãe das Meretrizes e a Mãe das Abominações da Terra.

 

Pelos estudos dos relatos das Escrituras, apenas duas cidades sobre a terra tem sido identificadas pelos estudiosos como possuindo características que as poderiam identificar como sendo A Grande Babilônia. E estas duas cidades, segundo os estudiosos, seriam Roma ou Jerusalém. Neste estudo, todavia, veremos que a Grande Babilônia não pode ser Roma, mas sim JERUSALÉM.

 

Convém aqui também registrar que embora haja Cristãos estudiosos e sinceros que acreditam ser Roma a Grande Babilônia, um dos principais responsáveis pela propagação de estudos bíblicos distorcidos que afirmam ser Roma a Grande Meretriz são os falsos mestres da seita Adventistas do Sétimo Dia, os quais também afirmam que não existe Inferno, que os homens serão salvos também por obras da Lei, e ainda que eles, os Adventistas, são “os remanescentes”, ou seja, a “única igreja verdadeira” segundo eles próprios afirmam. São, portanto, os Adventistas, uma seita, separados do Corpo de Cristo.

 

“Mas ainda que nós ou um anjo dos céus pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado!” Gálatas 1:8

 

A Grande Babilônia, ou a Grande Meretriz, é identificada no Apocalipse como sendo uma Grande Cidade, que domina sobre os reis da terra, e também onde seu Senhor foi crucificado.

“A mulher que viste é a grande cidade que domina sobre os reis da terra.” Apocalipse 17:18

“E o seu cadáver ficará estirado na praça da grande cidade que, espiritualmente, se chama Sodoma e Egito, onde também o seu Senhor foi crucificado.” Apocalipse 11:8

Jesus Cristo, o Senhor, foi crucificado nela, na Grande Cidade, em JERUSALÉM.

 

A Grande Cidade, embriagada com o Sangue dos Justos.

 

“Então, vi a mulher embriagada com o sangue dos santos e com o sangue das testemunhas de Jesus; e, quando a vi, admirei-me com grande espanto.” Apocalipse 17:6

“E nela se achou sangue de profetas, de santos e de todos os que foram mortos sobre a terra.” Apocalipse 18:24

O capítulo 23 do Evangelho segundo Mateus é absolutamente revelador sobre quem são os responsáveis pelo sangue de todos os justos derramados sobre a terra. Neste capítulo do Evangelho, o Senhor Jesus Cristo está se dirigindo aos judeus que ferozmente o perseguiam, desejando matá-lo:

“Serpentes, raça de víboras! Como escapareis da condenação do inferno? Por isso, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas. A uns matareis e crucificareis; a outros açoitareis nas vossas sinagogas e perseguireis de cidade em cidade; para que sobre vós recaia todo o sangue justo derramado sobre a terra, desde o sangue do justo Abel até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, a quem matastes entre o santuário e o altar.” Mateus 23:33-35.

 

Estas mesmas palavras proferidas pelo Senhor Jesus Cristo são as mesmas palavras encontradas em Apocalipse 18.

“E nela se achou sangue de profetas, de santos e de todos os que foram mortos sobre a terra.” Apocalipse 18:24

 

Neste ponto, já podemos ver que a Grande Meretriz não pode ser Roma.

Em Roma, na Itália, se encontra a sede do maior segmento apóstata de toda a História da Igreja, o centro do Papado da Igreja Católica Romana, atualmente ocupado pelo falso profeta Francisco, o argentino Jorge Mario Bergoglio.

Porém, a cidade-estado do Vaticano foi criada em 1929, e seu grande edifício central, a Basílica de São Pedro, só foi concluída no ano de 1626. Este fato suporta plenamente a afirmação de que a Grande Meretriz não pode ser Roma, pois tanto em Mateus 23 como em Apocalipse 18 nos é revelado que na Grande Meretriz foi achado sangue de profetas, de santos e de todos os que foram mortos sobre a terra, afirmando o Senhor Jesus Cristo que o sangue destes justos remonta a Abel.

Ainda que possamos nos referir aos anos iniciais do início da apostasia da Igreja Católica, ainda no tempo dos Imperadores romanos, não há como relacionar Roma com o sangue de todos os que foram mortos sobre a terra, pois as Escrituras estão também se referindo aos profetas do Antigo Testamento, cujo sangue foi derramado séculos antes do surgimento da Igreja Católica Romana.

 

Sobre a argumentação de que Roma seria a Grande Babilônia, por estar assentada sobre sete montes, veremos logo a seguir que esta teoria não tem fundamento bíblico.

 

A Grande Apostasia de Israel e as Sentenças de Deus sobre a Grande Meretriz: JERUSALÉM.

 

O Livro do Profeta Ezequiel nos traz uma das mais importantes revelações sobre a apostasia e a prostituição de Jerusalém, e como Deus inicialmente chama Jerusalém de Sua esposa e, posteriormente, a compara a uma Prostituta:

 

“Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, faze conhecer a Jerusalém as suas abominações” Ezequiel 16:1,2

 

“Mataste a meus filhos e os entregaste a elas como oferta pelo fogo. Em todas as tuas abominações e nas tuas prostituições, não te lembraste dos dias da tua mocidade, quando estavas nua e descoberta, a revolver-te no teu sangue. Depois de toda a tua maldade (Ai, ai de ti! - diz o SENHOR Deus), edificaste prostíbulo de culto e fizeste elevados altares por todas as praças. A cada canto do caminho, edificaste o teu altar, e profanaste a tua formosura, e abriste as pernas a todo que passava, e multiplicaste as tuas prostituições. Também te prostituíste com os filhos do Egito, teus vizinhos de grandes membros, e multiplicaste a tua prostituição, para me provocares à ira.” Ezequiel 16:21-27
 

“Quão fraco é o teu coração, diz o SENHOR Deus, fazendo tu todas estas coisas, só próprias de meretriz descarada.” Ezequiel 16:30

 

Evidentemente, tais afirmações da parte de Deus não tem como ser aplicadas à Roma ou ao Vaticano, pois não há nenhuma outra cidade nas Escrituras a quem Deus chama de esposa, e de igual modo, e devido às suas abominações, aos seus adultérios e prostituições, também não há outra cidade a quem Deus chama de prostituta e de meretriz. A única cidade que a Bíblia chama de Adúltera e de Meretriz é JERUSALÉM. O texto bíblico de Ezequiel 16 é amplamente revelador sobre os adultérios e sobre as prostituições de Jerusalém. Sugiro que você estude todo o Capítulo 16 de Ezequiel.

 

Importantíssimo notarmos e observarmos que em Mateus 23, logo após o Senhor Jesus Cristo afirmar que sobre os judeus recairia todo o sangue justo derramado sobre a terra, suas palavras a seguir são as seguintes:

“Em verdade vos digo que todas estas coisas hão de vir sobre a presente geração. Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te foram enviados! Quantas vezes quis eu reunir os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não o quisestes! Eis que a vossa casa vos ficará deserta.” Mateus 23:36-38

 

Esta é mais uma clara evidência de que a Grande Babilônia não é Roma, mas sim: JERUSALÉM.

 

A Mulher assentada sobre Sete Montes. O que são estes Sete Montes?

“Aqui o sentido, que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada.” Apocalipse 17:9

Aqui é preciso muita atenção! Neste trecho do Apocalipse, um dos sete anjos que tem as sete taças com os sete últimos flagelos da ira de Deus, e que está falando com o Apóstolo João, revela ao Apóstolo João quem é a Besta e quem é a Mulher, a Grande Meretriz, ou a Grande Cidade. A atenção é necessária, pois o anjo de Deus faz uma conexão única sobre a Besta e sobre a Grande Meretriz, além de revelar ao Apóstolo João sobre o que a Mulher está assentada. Leia atentamente os trechos bíblicos a seguir.

“Veio um dos sete anjos que têm as sete taças e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei o julgamento da grande meretriz que se acha sentada sobre muitas águas, com quem se prostituíram os reis da terra; e, com o vinho de sua devassidão, foi que se embebedaram os que habitam na terra.” Apocalipse 17:1,2

 

“Transportou-me o anjo, em espírito, a um deserto e vi uma mulher montada numa besta escarlate, besta repleta de nomes de blasfêmia, com sete cabeças e dez chifres. Achava-se a mulher vestida de púrpura e de escarlata, adornada de ouro, de pedras preciosas e de pérolas, tendo na mão um cálice de ouro transbordante de abominações e com as imundícias da sua prostituição. Na sua fronte, achava-se escrito um nome, um mistério: BABILÔNIA, A GRANDE, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA.” Apocalipse 17 3-5

 

Notemos que o anjo que tem as sete taças dos últimos flagelos de Deus revela a João que a Grande Meretriz está sentada sobre muitas águas, e a seguir revela ao Apóstolo João o que são estas muitas águas:

 

“Falou-me ainda: As águas que viste, onde a meretriz está assentada, são povos, multidões, nações e línguas.” Apocalipse 17:15

 

O anjo revela ao Apóstolo João que a Grande Cidade, a Mulher ou a Grande Babilônia é uma cidade que possui enorme influência sobre o mundo inteiro. Sobre esta grande influência que Israel e Jerusalém possuem sobre o mundo inteiro, e que ainda mais influência terão, trataremos na segunda parte deste estudo. Por enquanto, vamos nos deter sobre o que são os sete montes sobre os quais se assentará a Grande Meretriz, ou seja, Jerusalém.

 

“O anjo, porém, me disse: Por que te admiraste? Dir-te-ei o mistério da mulher e da besta que tem as sete cabeças e os dez chifres e que leva a mulher: a besta que viste, era e não é, está para emergir do abismo e caminha para a destruição. E aqueles que habitam sobre a terra, cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida desde a fundação do mundo, se admirarão, vendo a besta que era e não é, mas aparecerá. Aqui está o sentido, que tem sabedoria: as sete cabeças são sete montes, nos quais a mulher está sentada. São também sete reis, dos quais caíram cinco, um existe, e o outro ainda não chegou; e, quando chegar, tem de durar pouco. E a besta, que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição. Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam reino, mas recebem autoridade como reis, com a besta, durante uma hora.” Apocalipse 17:7-12

 

Os que defendem a teoria de que Roma seria a Grande Babilônia se utilizam do fato de Roma ser chamada de a Cidade das Sete Colinas. Porém, tal interpretação não se sustenta, pois o Vaticano não se assenta sobre sete montes. O Vaticano é uma pequena área dentro da cidade de Roma, e não é o Vaticano que é chamado de a Cidade das Sete Colinas, mas sim Roma, a Capital da Itália. Em termos políticos, econômicos e militares, Roma não está relacionada ao Vaticano, sendo este uma cidade-estado independente e que se encontra geograficamente inserida no território italiano. Repetindo: O Vaticano não está assentado sobre sete montes, e sim a Capital da Itália, Roma. Tampouco Jerusalém está assentada sobre sete montes físicos, ou geográficos.

 

Estes sete montes não são locais topográficos, mas sim os sete reinos sobre os quais a Meretriz estará assentada no futuro, quando já soubermos quem serão estes sete reis (presidentes ou primeiros-ministros) que farão parte da Confederação das Nações que a Bíblia fala que surgirá em breve, e que será chamada de A Besta.

 

Diz também o Apocalipse que a Grande Cidade, a Meretriz, possui, e ainda possuirá, grande e enorme influência sobre o mundo inteiro, e que dominará sobre os reis da terra. Embora saibamos que a Roma do passado possuía grande influência em seu próprio tempo, está claro que o anjo que fala com o Apóstolo João está se referindo a eventos futuros, e não à Roma antiga, cujo império já não mais existe. Desta forma, a cidade de Roma de hoje não domina sobre os reis da terra, e tampouco há profecias bíblicas no Apocalipse a esse respeito.

 

Os Sete Montes sobre os quais a Meretriz está assentada não são sete colinas físicas, mas são os Sete Reinos da Besta, e que carrega a Meretriz.

 

A Grande Cidade estará assentada sobre a Besta que a carregará.

 

“Aqui está o sentido, que tem sabedoria: as sete cabeças são sete montes, nos quais a mulher está sentada. São também sete reis, dos quais caíram cinco, um existe, e o outro ainda não chegou; e, quando chegar, tem de durar pouco.” Apocalipse 17:9,10

 

Notemos que as Escrituras afirmam que a Besta carrega a Mulher, a Grande Meretriz. Ou seja, a Mulher, a Grande Babilônia que é Jerusalém, estará assentada sobre a Besta com seus sete reis e seus respectivos sete reinos. A Grande Meretriz, Jerusalém, estará assentada sobre as sete cabeças da Besta.

 

“Aqui está o sentido, que tem sabedoria: as sete cabeças são sete montes, nos quais a mulher está sentada. São também sete reis” Apocalipse 17:9

 

Estes sete montes serão os sete reinos que farão parte da Confederação da Besta, aos quais se unirão dez reis, configurando assim a Besta descrita em Apocalipse 13.

 

Imediatamente após estas afirmações de Apocalipse 17:9,10, segue-se o seguinte:

 

“E a besta, que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição. Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam reino, mas recebem autoridade como reis, com a besta, durante uma hora. Têm estes um só pensamento e oferecem à besta o poder e a autoridade que possuem.” Apocalipse 17: 11-13

 

....em breve a continuação deste estudo.

 

“Visão de Isaías, filho de Amoz, que ele teve a respeito de Judá e Jerusalém, nos dias de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá.” Isaías 1:1

Como se fez prostituta a cidade fiel! Ela, que estava cheia de justiça! Nela, habitava a retidão, mas, agora, homicidas.” Isaías 1:21

 

“E o seu cadáver ficará estirado na praça da grande cidade que, espiritualmente, se chama Sodoma e Egito, onde também o seu Senhor foi crucificado.” Apocalipse 11:8

 


 

 

 

 

Home