Apocalipse - Os Dez Chifres da Besta. A Coalizão das Dez Nações

Segundo a Bíblia, dez nações se darão em uma aliança muito em breve.

Esta coligação mundial de dez nações são os dez chifres da Besta de que fala o Apocalipse.

E os Líderes Mundiais que presidirão esta aliança são as Sete Cabeças da Besta.


Os dez chifres correspondem a dez reis que se levantarão daquele mesmo reino; e, depois deles, se levantará outro, o qual será diferente dos primeiros, e abaterá a três reis.” Daniel 7:24

“Vi emergir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças e, sobre os chifres, dez diademas e, sobre as cabeças, nomes de blasfêmia.” Apocalipse 13:1

Os dez chifres que viste são dez reis, os quais ainda não receberam reino, mas recebem autoridade como reis, com a besta, durante uma hora. Têm estes um só pensamento e oferecem à besta o poder e a autoridade que possuem.” Apocalipse 17:12,13

Os Atentados em Paris e a Convocação para uma Nova Aliança Mundial

No dia 13 de novembro de 2015, uma grande sensação de espanto se espalhou pelo mundo inteiro. Eram os atentados em Paris, os quais deixaram 130 mortos. A sensação de espanto se assemelha ao que foi experimentado no mundo no dia 11 de setembro de 2001, quando um outro atentado derrubou as Torres Gêmeas nos Estados Unidos da América, deixando mortas quase três mil pessoas. A ligação entre os dois maiores atentados do século XXI são bastante evidentes, sendo que após o ataque em Paris, a configuração de poderes entre os reis do mundo já começa a mudar, e de modo bastante acelerado. O que está se formando, e bem diante dos nossos olhos, é a configuração da Aliança das Dez Nações, como profetizado pelo Profeta Daniel, e mais detalhadamente revelado no Apocalipse de Jesus Cristo.

Não adentraremos no tópico que se refere à origem dos atentados, mas nas suas consequências que estão rapidamente se seguindo a estes dois atentados, principalmente após o atentado na França.


A Besta de Dez Chifres e Sete Cabeças

“Vi emergir do mar uma besta que tinha dez chifres e sete cabeças e, sobre os chifres, dez diademas e, sobre as cabeças, nomes de blasfêmia.” Apocalipse 13:1

Como podemos ver nos trechos bíblicos citados no início deste artigo, os dez chifres correspondem a dez nações que se darão em aliança muito em breve, sendo os chifres os reis (ou presidentes) destas nações. As sete cabeças serão sete reis que liderarão esta aliança, um após o outro em sequência cronológica. E haverá um oitavo rei (a Besta) que será o Anti-Cristo.

“E a besta, que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição.” Apocalipse 17:11

A referência às dez nações que se unirão em uma coligação internacional também corresponde aos dez dedos dos pés da estátua que foi revelada ao rei da Babilônia, Nabucodonosor, em um sonho, o qual foi interpretado pelo Profeta Daniel.

“Quanto ao que viste dos pés e dos artelhos, em parte, de barro de oleiro e, em parte, de ferro, será esse um reino dividido; contudo, haverá nele alguma coisa da firmeza do ferro, pois que viste o ferro misturado com barro de lodo. Como os artelhos dos pés eram, em parte, de ferro e, em parte, de barro, assim, por uma parte, o reino será forte e, por outra, será frágil. Quanto ao que viste do ferro misturado com barro de lodo, misturar-se-ão mediante casamento, mas não se ligarão um ao outro, assim como o ferro não se mistura com o barro.” Daniel 2: 41-43


Tanto no Livro do Profeta Daniel, bem como no Apocalipse, a referência a dez reis se unindo em um aliança mundial vai se tornando mais clara a cada ano que passa, pois Deus está revelando à Igreja as coisas que em breve devem acontecer.
Devemos ter em mente que o Apocalipse foi escrito, principalmente, para os Cristãos que sofrerão a maior perseguição da História da Igreja, perseguição esta que será levada a cabo pela Besta, como está escrito:

Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação; e adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes não foram escritos no Livro da Vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo. Se alguém tem ouvidos, ouça.” Apocalipse 13: 7-9

A Besta fará guerra aos santos, como acabamos de ler, e já chegou a hora de nos prepararmos para os dias muito difíceis que nos aguardam à frente. Lembrando, ainda, que a “interpretação” bíblica que se difundiu a partir do século XX de que a Igreja não verá a Grande Tribulação não poss
ui nenhum respaldo bíblico.

O Anticristo aparecerá antes ou depois do Arrebatamento?

São diversos os trechos das Escrituras que afirmam, enfaticamente, que o Anticristo surgirá ANTES do Arrebatamento da Igreja do Senhor Jesus Cristo. A Bíblia afirma que a Igreja do Senhor Jesus Cristo só será arrebatada APÓS a ressurreição dos justos, e esta ressurreição só ocorrerá no último dia, conforme as palavras do Senhor Jesus:

“E a vontade de quem me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu; pelo contrário, eu o ressuscitarei no último dia.” João 6:39

“Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.” João 6:44


O último dia é o Dia do Senhor, o Dia do Retorno do Senhor Jesus, o Dia da Ressurreição e do Arrebatamento, como pode ser bem entendido aqui:


“Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem. Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor.” 1 Tessalonicenses 4:15-17

Ora, se os mortos ressuscitarão somente “no último dia” , como visto nos trechos bíblicos acima, é evidente que os três anos e meio destinados ao governo da Besta (o Anti-Cristo) acontecerão antes do ÚLTIMO DIA, quando Jesus afirma que ressuscitará os mortos, como visto acima.

Eis algumas passagens bíblicas que falam sobre a perseguição dos cristãos antes do retorno do Senhor Jesus Cristo, no último dia:

“Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não vos assusteis; pois é necessário que primeiro aconteçam estas coisas, mas o fim não será logo. Então, lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino, contra reino; haverá grandes terremotos, epidemias e fome em vários lugares, coisas espantosas e também grandes sinais do céu. Antes, porém, de todas estas coisas, lançarão mão de vós e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, levando-vos à presença de reis e governadores, por causa do meu nome; e isto vos acontecerá para que deis testemunho.” Lucas 21:9-13

O Senhor Jesus está profetizando sobre o fim e também sobre a perseguição vindoura e, evidentemente, não está se referindo às perseguições da Igreja dos primeiros séculos, haja vista o contexto dos eventos que Ele profetizou sobre as calamidades internacionais que afetarão o mundo inteiro.

No Apocalipse temos também diversas passagens bíblicas sobre a perseguição dos cristãos:

Falando sobre a Besta, o Anticristo, e sobre a perseguição aos santos:
“Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias e autoridade para agir quarenta e dois meses; e abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu. Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação;” Apocalipse 13:5-7

Ora, se a Igreja já tivesse sido arrebatada antes do aparecimento do Anticristo, quem seriam esses santos que serão perseguidos pela Besta?

E ainda: “Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados.” Mateus 24:22


O Atentado em Paris e a Grande Convocação de Líderes Mundiais

Após os atentados em Paris, eis o título de algumas matérias jornalísticas reproduzindo a declaração do Presidente Francês François Hollande:

François Hollande pede que líderes mundiais formem coalizão contra EI.

Hollande quer "grande coalizão" para combater o Estado Islâmico.

Hollande quer coalizão com EUA e Rússia contra Estado Islâmico.

 

O primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, disse nesta quarta-feira que ele compartilha da insistência do presidente russo, Vladimir Putin, de que é necessário formar "uma grande coalizão de países" para derrotar o Estado Islâmico.

Qualquer uma destas notícias pode ser facilmente encontrada na Internet, bastando uma breve busca nos mecanismos de pesquisa.


O Episódio da Queda do Avião Russo

A queda do avião russo sobre o Sinai, no Egito, em 31 de outubro de 2015, é outro dado grave e relacionado aos atentados em Paris, sendo que a partir destes atentados, o Presidente Russo Vladimir Putin também passou a conclamar uma aliança internacional para o combate ao terrorismo, tendo o próprio Putin solicitado que a Rússia lidere esta Confederação de Nações. Vejamos algumas manchetes sobre este episódios:

Rússia volta a propor resolução antiterrorista na ONU

Putin pede coalizão internacional para luta antiterrorismo

Rússia vai apresentar à ONU um projeto para coordenar uma coalizão internacional contra o Estado Islâmico

Como podemos ver, Líderes Mundiais, e a Organização das Nações Unidas, já estão se preparando para uma coalizão internacional contra o Estado Islâmico, e é bastante provável que esta grande coalizão de Líderes Mundiais seja a preparação para a Aliança de Dez Nações de que fala o Profeta Daniel, e os Dez Chifres da Besta, como nos revela o Apocalipse.

A Besta

Ao escrever o capítulo 13 do Apocalipse, João relata e narra que viu emergir do mar uma besta. O mar, aqui e em outros trechos das Escrituras, simboliza o mundo, assim entendido como todo o universo visível no qual vive e atua o ser humano. Besta (do grego therion) significa um animal feroz, uma fera, um ser indomável e implacável. No Apocalipse há três Bestas descritas:

1-O Líder Mundial Blasfemo (1)

2-A Aliança de Dez Nações (2)

3-O Falso Profeta (3)

A Besta (2) será uma Aliança de Dez Nações, a qual será liderada por Sete Cabeças (sete reis) que ocuparão a liderança da Confederação Mundial, um após o outro, e que oferecem todo seu poder a essa Confederação (os Dez Chifres). O último desses reis, o oitavo, e que procede dos sete, será o Anticristo, a Besta, o Líder Mundial Blasfemo (1). E hoje já podemos saber que a Nova Ordem Mundial se refere à Besta (2), a Aliança de Dez Nações. E reparemos bem o G8, que é um prenúncio para o surgimento de um G10, que possivelmente será a Besta (2). Sobre o G8 se configurando em uma Aliança de Dez Nações (um G10), ainda não há como fazer esta afirmação de modo definitivo. Porém, na medida em que os fatos se vão desenrolando no cenário internacional, certamente, e em breve, veremos a ALIANÇA DE DEZ NAÇÕES - A BESTA QUE EMERGE DO MAR.

 

- Site da Organização das Nações Unidas - ONU. 20 de Novembro de 2015 -

 

"Irmãos, relativamente aos tempos e às épocas, não há necessidade de que eu vos escreva; pois vós mesmos estais inteirados com precisão de que o Dia do Senhor vem como ladrão de noite. Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão. Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas. Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios." 1 Tessalonicenses 5:1-6


Voltaremos a este assunto, na medida em que os fatos atuais forem se desdobrando.

Artigos Relacionados:

- A Besta citada no Livro do Apocalipse

- A Igreja passará pela Grande Tribulação?

- Apocalipse 13. O Plano Mundial para Prender e Assassinar Cristãos em todo o Planeta.

- Prosperam os Estratagemas de Satanás nas Três Vertentes do Domínio Mundial: A Maçonaria, o Comunismo e o Islã.

- Mapa do Site


 

 

Home