O deus da Cabala não é o Deus de Israel

A Bíblia nos alerta a respeito dos enganos como os da Cabala. As Sagradas Escrituras nos advertem contra o envolvimento com o ocultismo (coisas secretas, escondidas). A Cabala, que tem sua origem nos movimentos ocultistas do Judaismo secular, é uma grave afronta a Deus e ao Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo. Os Cristãos sinceros e fiéis a Cristo devem fugir e se distanciar da Cabala.


Cabala (Kabbalah) é uma prática religioso-filosófica ocultista difundida por judeus esotéricos, para os quais a Bíblia não se constitui no Verdadeiro Livro de DEUS, as Sagradas Escrituras.

Sendo assim, traçaram seus próprios caminhos para longe de Deus e escureceram os próprios olhos dando início a mais esta aberração cometida pelos judeus rebeldes a Adonai Elohim, o Deus de Israel e dos Cristãos.

Vejamos alguns trechos de "Você gostaria de encontrar Deus?", escrito pelo cabalista Mitch Sisskind:

"Você gostaria de encontrar Deus? Para início de conversa, você terá que ser mais preciso... No Egito Antigo, Deus poderia ser um besouro pintado de ouro. Durante o Renascimento italiano, Miguelangelo pintou Deus de acordo com a visão de “um homem de longas barbas brancas”, mas quando os cabalistas se referem a Deus, geralmente não estão falando de uma forma humana ou de uma entidade específica. Ao invés disso, eles se referem à Luz que emana do Criador." (Mitch Sisskind)

Comentário: Aqui já começa mal o cabalista, pois note você que, ao se referirem a Deus, NÃO o chamam de Criador, mas: "Ao invés disso, eles se referem à Luz que emana do Criador."

Até aqui vemos que a tal luz para eles seria Deus, e a tal luz emanaria do criador. Logo a tal luz e o tal criador, segundo o texto acima, NÃO são a mesma coisa!

Então, se para os cabalistas Deus seria uma luz que emanaria de um criador, quem seria esse "criador"?

O que o cabalista Sisskind escreveu está em perfeita harmonia com os dizeres de Helena Petrovna Blavatsky, Cabalista, Ocultista e Satanista, fundadora da Sociedade Espírita Teosófica e da Revista Lucifer.

“Ambos “ESTE” e En-Soph, em suas primeiras manifestações de Luz, emergindo de dentro da escuridão, podem ser sumarizados em Svabhavat, a eterna e não criada Auto-existente Substância a qual produz tudo; enquanto tudo o que seja de sua essência se auto-produz de sua própria natureza.” (Helena Petrovna Blavatsky, Isis Unveiled, Vol. 2, página, 266).

Para os cabalistas, o criador é a Auto Existente Substância, a mesma coisa que a o Hinduísmo chama de "Consciência Universal".

Prosseguindo, vejamos o que mais diz o cabalista Mitch Sisskind;

"Uma frase recorrente nas preces hebraicas e na Bíblia expressa essa grande verdade: Ele e Seu nome são um. Ele é a Luz, e nós somos Seu nome, extensões e expressões Dele. Mas ao nível mais fundamental, não há distinção entre Ele e Seu nome. Como o maior cabalista do século XX Rav Yehuda Ashlag ensinou, uma pedra só é uma pedra quando separada de uma montanha. Ao ser devolvida à montanha, retoma sua identidade de montanha." (Mitch Sisskind)

Se retornarmos ao que Sisskind escreveu acima, veremos que essa luz para os cabalistas é Deus, porém não é o Criador!

Seguindo com o que diz Sisskind:

"Compreender isso significa não somente “acreditar” no Criador, mas identificar-se com Ele de uma forma que nos torne maiores e mais humildes ao mesmo tempo. Reivindicar que cada um de nós pode se tornar Deus pode parecer a vaidade máxima, mas não quando a essência de se tornar Deus é receber com a intenção de compartilhar." (Mitch Sisskind)

Novamente, a tal luz (Deus para os cabalistas) pode significar a mesma coisa que o ser humano. Vejamos:

"Ele e Seu nome são um. Ele é a Luz, e nós somos Seu nome, extensões e expressões Dele. Mas ao nível mais fundamental, não há distinção entre Ele e Seu nome." (Mitch Sisskind)

Isto está em total acordo com a doutrina diabólica do Movimento Nova Era (que hoje é o Ocultismo que já se difundiu abertamente pelo mundo inteiro), filho do Hinduísmo, e também em acordo com a Teosofia, os quais afirmam que através do poder secreto dos Mantras Hindus, o iniciado Hinduísta ou Budista invoca AUM (que seria a tal “Substância Eterna” impessoal acima de Deus). Os Mantras Hindus dessa forma proporcionariam uma “ligação” entre a “essência divina” presente dentro dos homens (a “alma deus”) que, unida a AUM (o “eterno” “Infinito”) , tornaria o homem um “Deus”.

Essa “experiência” de união da “alma deus” do homem com a “alma universal” é o que os Hindus, os Kabalistas os Budistas e os Teosofistas entendem por Deus.

Novamente, o que escreveu Sisskind:

"Ele e Seu nome são um. Ele é a Luz, e nós somos Seu nome, extensões e expressões Dele. Mas ao nível mais fundamental, não há distinção entre Ele e Seu nome."

Em uma linguagem repleta de truques e de desvios de foco, o cabalista Mitch Sisskind está, literalmente, afirmando que o homem é Deus (a tal luz), porém, como dito acima, o que eles consideram Deus não é Jeová Elohim da Bíblia, mas uma luz que provém do "criador", a tal auto-existente substância.

E o cabalista Mitch Sisskind não poupa esforços para dizer que o homem é Deus:

"Reivindicar que cada um de nós pode se tornar Deus pode parecer a vaidade máxima, mas não quando a essência de se tornar Deus é receber com a intenção de compartilhar."

"Levar isso a sério não quer dizer se tornar uma pessoa sagrada ou algum tipo de santo. Na verdade trata-se de crescer. Trata-se de se livrar da tentação que um garoto sentiu no jogo de beisebol: a necessidade de pedir sinais a Deus ou procurar provas ou ficar em dúvida. Encontramos a Deus quando nos encontramos. Tornamo-nos Deus quando reconhecemos a nossa verdadeira natureza..." (Mitch Sisskind)

Abaixo, mais algumas afirmações de adeptos do Movimento Nova Era (o Ocultismo que já se difundiu pelo mundo inteiro) que afirma que o homem é Deus.

"Fique parado e saiba que eu sou Deus. Quem é este "Eu sou"? Isto é o "um" que reside dentro de nós. Este é o verdadeiro "eu". Logo, nós somos Deus. (Suprema Mestra Budista Ching Hai)

"Porque Tudo é Tudo, então eu sou Deus, você é Deus, e nós somos Deus."

"Eu sou Deus, aqui como Ted. Eu sou um shamã que desperta, um mágico da incorporação da consciência." ( Ted Strauss Médium adepto do Movimento Nova Era)

"Nós somos Deus" (Yogi Bhajan, Mestre de Yoga Kundalini)

Agora ouçamos ao Verdadeiro Deus:

“Eu sou o SENHOR, e não há outro; além de mim não há Deus” Isaías 45:5

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” João 17:3

“Tendo Jesus falado estas coisas, levantou os olhos ao céu e disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que o Filho te glorifique a ti, assim como lhe conferiste autoridade sobre toda a carne, a fim de que ele conceda a vida eterna a todos os que lhe deste. E a vida eterna é esta: que te CONHEÇAM a TI, o ÚNICO Deus verdadeiro, E a Jesus Cristo, a quem enviaste.” João 17:1-3

Se você que acabou de ler este artigo ainda não tiver entregado a sua vida aos cuidados do Senhor Jesus Cristo, saiba que ainda há tempo.

Sugiro que ore e busque a Deus o quanto antes, pois não estamos em tempo de paz, mas de renhida guerra espiritual. E o que está em jogo é o destino ETERNO de sua alma.

“Para isto se manifestou o Filho de Deus: para destruir as obras do diabo.” 1 João 3:8

“Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também. E vós sabeis o caminho para onde eu vou. Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais; como saber o caminho? Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. Se vós me tivésseis conhecido, conheceríeis também a meu Pai. Desde agora o conheceis e o tendes visto. Replicou-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta. Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” Senhor Jesus Cristo (João 14: 2-9)

 


 

 

Home