Definindo a Teologia

O que é Teologia? Teologia é uma Ciência?

Etimologicamente, Teologia significa: o Estudo de Deus; do grego Theos: Deus + logia: estudo. A Teologia enquanto disciplina acadêmica é uma ciência, todavia enquanto mera disciplina acadêmica é desprovida de conteúdo espiritual, pelo que a chamamos de Teologia "cega". Já a Teologia no sentido bíblico tem a ver com o conhecimento de Deus e com o conhecimento das coisas de Deus, logo é provida de conteúdo espiritual, é o que chamamos de Teologia viva.

Enquanto para Cristãos autênticos a Teologia já é parte inerente de sua condição espiritual, por outro lado, a Teologia meramente acadêmica pode ser objeto de estudo para pessoas não cristãs, e até mesmo para ateus. Também indivíduos de outras religiões que não a cristã podem se dedicar ao estudo da Teologia meramente acadêmica, e seus os objetivos para este estudo podem variar grandemente.

A Teologia acadêmica quando incorporada às atividades da vida de cristãos autênticos pode se tornar em importante instrumento para o ensino de outros cristãos, sobretudo aqueles que têm interesse em ministérios eclesiásticos, como Diáconos, Bispos e Mestres da Igreja. Em relação aos Bispos, este vocábulo deriva de Episkopos, o termo bíblico para se referir àqueles que receberam de Deus a missão de cuidar de um determinado grupo de cristãos; aqueles que cuidam ou que supervisionam uma Igreja. Biblicamente, Episkopos é o mesmo ministério que possuem os Pastores (do grego: Poimen = Pastores), sendo que a hierarquização diferenciada entre Pastores e Bispos não possui respaldo bíblico, antes é uma simples invenção humana. Biblicamente, o ministério dos Bispos é o mesmo ministério dos Pastores (Episkope); cf. Efésios 4:11,12; Atos 20:28.

"Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue." Atos 20:28.

Também para os cristãos que não receberam o ministério (serviço) do Episcopado, o estudo da Teologia acadêmica pode ser de bom proveito, tornando-os mais eruditos e preparados para discorrer sobre assuntos que dizem respeito ao conteúdo das Escrituras, a Bíblia.

Todavia, ainda que a Teologia acadêmica possa ser utilizada por Deus a fim de que alguém dele se aproxime, não há nenhuma garantia de salvação pelo mero processo do estudo da Teologia acadêmica. Os conhecimentos teológicos advindos do estudo meramente humano das Escrituras se equivalem aos estudos da Bíblia por Arqueólogos, por exemplo, os quais examinam o material bíblico sob a perspectiva limitada dos sentidos do homem (a sensopercepção humana), podendo estar completamente desprovidos de conhecimento e de sabedoria espiritual.

Quando perguntado a respeito de onde vinham seus conhecimentos, o Senhor Jesus Cristo assim respondeu:

"Respondeu-lhes Jesus: O meu ensino não é meu, e sim daquele que me enviou." João 7:16

Sendo assim, fica evidente que o conhecimento de Deus é sobre-humano, sobrenatural, e não pode ser adquirido senão das mãos do próprio Deus, assim como ele ensinou ao Messias Jesus, pelo Espírito Santo. Quão proveitosa, portanto, pode vir a ser a combinação do autêntico conhecimento de Deus, aliado aos estudos e esforços de todo discípulo do Senhor Jesus em conhecer mais sobre as coisas de Deus. Neste último caso, a Teologia acadêmica passa a ser filtrada pelo conhecimento dado aos cristãos pela unção de Deus, restando apenas e tão somente o que estiver em perfeita harmonia e concordância com as Escrituras.


 

 

Home