Yoga e Hinduísmo

O que se Esconde por Detrás da Yoga?

Somos informados por Deus, pelas Suas Escrituras, a Bíblia, de que há um feroz e implacável inimigo o qual milita, dia e noite, a fim de destruir as almas dos homens.

“Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar;” 1 Pedro 5:8

Entenda-se por destruir o levar o homem a morrer biológica e espiritualmente. Pela graça e pela misericórdia de Deus podemos ter acesso a toda a proteção e guarda de Deus, pela fé no Senhor Jesus Cristo. Contudo, para os que rejeitam esta grandiosa graça e proteção de Deus, a qual somente pode ser obtida por meio de Cristo, resta-lhes todo um manto de desgraças e de enganos, os quais levam o homem à destruição e à morte eterna.

A verdadeira sabedoria provém das palavras do próprio Deus, e sem a verdadeira sabedoria divina, a qual ensina o Senhor Jesus no Seu evangelho, não há como se estar livre dos engodos e das táticas letais do inimigo de Deus.

Não resta a menor dúvida de que Satanás seja o maior patrocinador das muitas mentiras do Hinduísmo, pois este sistema religioso é completamente antibíblico e anti-Deus.

A súmula da doutrina do Hinduísmo ensina que o homem é um deus (átman) e que deve agir de modo a se unir com o que chamam de “ser divino universal” (Brahman). Esta união fantástica, segundo o Hinduísmo, tem, obrigatoriamente, de passar pelos processos de transmigração da alma (reencarnação) e pela “conscientização” de que o homem é “um deus”. E é aqui, precisamente, que entra em cena todo um corpo de doutrinas e de práticas satânicas as quais, na verdade, afastam os homens do Único Deus verdadeiro, o Criador, e aproximam o homem da implacável fera que os deseja possuir e destruir, o diabo. E dentre estas práticas figura com relevado destaque a Yoga.

A argumentação de que o Hinduísmo, com seus ensinos e práticas, é uma religião milenar não valida em nada e em coisa alguma as suas doutrinas, pois o próprio diabo já existia antes da criação do homem, e Satanás não possui nada de bom, e toda a perversidade e maldade se originaram nesse anjo imundo, o qual está, irremediavelmente, condenado por Deus.

Yoga provém do arcaico idioma hindu conhecido por Sânscrito e significa “união”. E esta tal “união” quer dizer, segundo o Hinduísmo, a união do suposto “homem-deus” e o imaginário Brahman ou “consciência cósmica” ou ainda “consciência universal”, uma “coisa” sem consciência e sem desejo próprio, aliás, completamente impessoal, a quem julgam os hinduístas se tratar de Deus. O que, porém, não é verdade, pois Brahma não é Deus, o Criador.

Asana Yoga, Raja Yoga, Bhakti Yoga, Karma Yoga, Jñana Yoga, Laya Yoga, Mantra Yoga e Tantra Yoga remetem à mesma noção de prática religiosa-filosófica. Dentre estas as principais são: Laya Yoga, Bhakti Yoga, Karma Yoga e Raja Yoga.

Dizem os hinduístas que os praticantes da Yoga, os yoguím, estariam oferecendo práticas de devoção a Deus, contudo, Deus, o Criador, é completamente rejeitado pela essência doutrinária do Hinduísmo.

Em que pese toda a fama que ainda rodeia a figura do falecido político yoguím Mahatma Gandhi, este foi um conhecido promotor da Yoga, mais especificamente do Karma Yoga. E assim como Gandhi, outros gurus yoguim também cooperaram para a desgraça espiritual da Índia, dentre os quais podemos citar: Swami Vivekananda, Paramahansa Yogananda e Swami Sivananda, conhecidos como rája yôguins.

Há Hindus que afirmam ser a Yoga uma prática de origem “divina” o que a distancia ainda mais da autêntica espiritualidade, pois em lugar nenhum das Escrituras Divinas, a Bíblia, vemos qualquer sombra de referência a práticas da natureza da Yoga Hindu. Sem falar na explícita arrogância da doutrina hinduísta que, muito longe e distante da humildade diante do Criador, ensinada pelo Senhor Jesus Cristo, propaga a falsa idéia de que o “homem é Deus”.

O Objetivo de Satanás no Ensino da Yoga

Como já foi explanado anteriormente, o que está por trás da Yoga é a busca pela união do Átman com Brahman, ou seja, a união do homem (que para o Hinduísmo é um “deus” que simplesmente não sabe que o é) e a tal “consciência universal”, ensino este replicado pelo Movimento Nova Era e bastante desenvolvido pela Teosofia da bruxa satanista Helena Petrovna Blavatsky. Esta busca da tal “união” objetiva o que chamam de Samadhi, ou “Superconsciência”. Segundo esses ensinos o homem se transformaria em um “super homem” ou “homem cósmico” Os processos pelos quais um yoguim se aproxima do Samadhi são, em última análise, o grande objetivo final do diabo a fim de que alguém seja possuído por seus companheiros de rebelião, a saber, os demônios.

Os hinduístas consideram que o Samadhi seja um processo de expansão da consciência, porém, o que na realidade acontece é o escurecimento progressivo da consciência, e isto em razão da atuação dos demônios sobre os yoguím, atuação esta tanto mais intensa na medida do aprofundamento do yoguim nas práticas da Yoga. O que ocorre, na realidade, é a sujeição da mente aos truques e táticas diabólicas encontrados na Yoga (e a maioria dos praticantes da Yoga ignora, completamente, em que estão se envolvendo). Enquanto na Umbanda e no Candomblé, por exemplo, a invocação de demônios é explícita, no Hinduísmo, com suas múltiplas variantes, essa atividade é mais mascarada.E aos mais intelectualizados lhes parece algo aceitável que “exercícios e meditação” sejam praticados com a suposta finalidade de tornar o homem mais “sábio”. Contudo, em relação aos processos das técnicas da Yoga, trata-se de um escancarar de portas para a possessão demoníaca que leva o yoguim a ser um instrumento manipulado pelos demônios, passando a ser conduzido pela vontade desses seres, pois, pela Yoga se tornam abertos à vontade alheia, mas precisamente à vontade de Satanás. Esta abertura à influência satânica é, normalmente, progressiva e inclui a leitura de literatura Ocultista Oriental (Esotérica), Músicas New Age, decoração da casa com figuras de Duendes e Bruxas, consultas a astrólogos, freqüência a palestras sobre Esoterismo e “Sabedoria Indiana”, Eubiose, Channeling, Mediunidade, Bioenergia, Energia Consciencial, Kundalini, Energia Cósmica, Medicina Magnética , Chacras, Holochacra, Clarividência, dentre outras similares.

Enfim, todo um processo de infiltração sutil e rasteira de que se utilizam os poderes das trevas a fim de, sorrateiramente, acorrentar os homens ao diabo.

O interesse do diabo em difundir os princípios da Yoga é tamanho que o inimigo de Deus propala esse sistema de práticas pró-possessão demoníaca com bastante intensidade. A prática da atividade de abertura à influência satânica ganhou muitas variantes no Ocidente, sendo seu atual maior propagador o Movimento Nova Era (New Age Movement), o mais amplo movimento satanista de que se tem notícia.

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32

“Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” João 14:6



 


 

Home