INTELLECTUS

 

Ateísmo e Evolucionismo

 

Ficamos a observar como os religiosos ateus adeptos, praticantes e devotos da religião do Evolucionismo e da teoria do Big Bang (a tragicômica teoria que assevera que o nada esquentou, e depois explodiu, dando origem ao universo) procuram dar ares de sofisticação à sua religião: O Ateísmo (ou Materialismo Ateu, ou ainda Humanismo Secular).

Inevitavelmente, o conflito entre a Verdade e a mentira continuará a ocorrer até o dia do juízo do Justo Deus, mesmo a despeito da abundante torrente de evidências que demonstram que tanto o Evolucionismo bem como a teoria do Big Bang não passam de fraudes grotescas e mal formuladas, perdendo, nesse âmbito, somente para a escandalosa manipulação fraudulenta de dados que buscaram (em vão) provar a existência de um imaginário aquecimento global. De certa forma foram bem sucedidos no âmbito financeiro, pois ainda se encontram em pleno curso as transações dos chamados créditos de carbono (são certificados emitidos por pessoas, governos ou empresas que afirmam terem reduzido a emissão dos chamados gases do efeito estufa). E isto nada mais é do que mais um modo fraudulento a fim de arrecadar dinheiro para o financiamento da plataforma do Governo Global (o governo da Besta). O mais grave, entretanto, não é a sujeição irracional à religião materialista atéia, mas sim a rejeição à Verdade, a rejeição a Deus e a Sua Palavra.

 

Segundo o Merrian-Webster, um dicionário popular da língua inglesa, uma das definições de religião é a seguinte: “Uma causa, um princípio, ou sistema de crenças suportado com ardor e fé”. E é exatamente aí que se encaixa o Ateísmo e seu ramo ritualista mais prático, a devoção ao Evolucionismo (uma patética mescla disforme e heterogênea entre o Darwinismo e a absurda, e matematicamente impossível, teoria do Big Bang).

Assim como os hinduístas e os budistas repetem seus inúteis mantras, supondo, totalmente em vão, que irão se unir à “consciência cósmica universal”, os ateus repetem, ritualisticamente, toda a cartilha do Evolucionismo, supondo, igualmente em vão, que suas crenças lhes poderão conduzir a um desvendamento fantástico de supostos mistérios que julgam poderem ser perscrutados pelo desenvolvimento da ciência. A ciência evolui, de fato, porém jamais será cúmplice da fraude. E com respeito à ciência, diga-se de passagem, a ela faltam com o respeito e com a coerência, pois o Evolucionismo não é ciência, não é observável e não é testável. O Evolucionismo não passa de uma manifestação religiosa e filosófica do Ateísmo. A verdade é que o Evolucionismo NUNCA JAMAIS foi suportado pela verdadeira ciência, esta tendo tido a sua origem na observação da fenomenologia visível e demonstrável na natureza pelo Criador, por isso a verdadeira ciência não pode servir de apoio ao erro.

O Evolucionismo (Darwinismo + Big Bang) , assim como o Hinduísmo ou o Espiritismo são fraudes, mentiras e enganos patrocinados e suportados pelo mesmo velho e hábil enganador e sedutor de ignorantes e de sábios: Satanás.

Notavelmente, quando homens e mulheres adeptos do Ateísmo dizem: “Prove a existência de Deus”, tornam-se, assim, eles mesmos, evidência inquestionável do cumprimento das palavras desse mesmo Deus que procuram negar, e isto por causa da vida imersa em pecados e em injustiças que levam. A arrogância e as demais iniquidades lhes cegaram os olhos. Por isso fogem da Luz e neles se cumpre o que está escrito:

“Pela altivez do seu rosto o ímpio não busca a Deus; todas as suas cogitações são que não há Deus." Salmos 10:4 

E mesmo em situações como estas, Deus é glorificado, como também está escrito:

“E daí? Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Deus? De maneira nenhuma! Seja Deus verdadeiro, e mentiroso, todo homem, segundo está escrito: Para seres justificado nas tuas palavras e venhas a vencer quando fores julgado.” Romanos 3:3,4

Não há muito o que ensinar sobre o Ateísmo (ou Humanismo Secular) enquanto religião-filosofia-rebeldia-rebelião. O princípio mentiroso salta aos olhos de qualquer um que conheça a Deus. A Heresiologia tem tratado destes temas, e já há muito tempo. Não somente as asseverações pseudocientíficas do Materialismo Ateu são comprovadamente falsas no que tange a um fantástico surgimento do universo a partir de explosões cósmicas, mas ainda disfarçado de ciência autêntica, o Evolucionismo não consegue escapar à sua legitima classificação categorial, qual seja: Filosofia de quinta categoria, completamente especulativa, parcial e deliberadamente pró-ateísmo (ainda que às custas de fraudes). Por isso não há como se aceitar seu enquadramento, o do Evolucionismo, dentro dos mesmos parâmetros nos quais estão inseridas as ciências autênticas, tais como a química, a matemática, a física ou a biologia, por exemplo. Evolução (ou Evolucionismo) não é ciência, mas religião (é, neste caso, um mero sistema de crenças fanatizantes e desestruturantes da boa saúde da mente). O que sucede com o Evolucionismo é um desvio de foco e uma sutil armadilha intelectual forjada por mentes de demônios e transmitidas a homens através de modos bastante específicos.

Emmanuel Swedenborg, um cientista, filósofo e teólogo (vejam vocês!) nascido na Suécia em 1734, admitiu que lhe havia sido dito em uma sessão espírita que gás no espaço exterior se revirou e se auto-transformou no que são hoje o sol e as estrelas. Propagou esta teoria entre outros, tornando-se assim a fonte primária para a Teoria da Hipótese Nebular.
George Gamow (um físico russo e promoter da ciência fictícia), em 1949, publicou a Teoria do Big Bang, segundo a qual o nada se juntou e explodiu dando origem a hidrogênio, o qual então se transformou no que são as estrelas, os planetas, etc... George Gamow era um desenhista de quadrinhos de revistas e inventava para suas estorinhas termos intrigantes (como o ylem) fascinando os cientistas evolucionistas de sua época. George Gamow decidiu passar a receber por seus quadrinhos de estórias de ficção científica e passou a escrever para o público em geral. Vários anos depois, ele apresentou a astrônomos uma espécie de sequela do Big Bang. Era o ciclo de oitenta bilhões de anos, chamada de A Teoria do Universo Oscilante, onde uma expansão exterior do universo era seguida por um colapso interno transformando-se em um ponto menor do que uma polegada, e que depois explodiu para fora, ...de novo.

Evolucionismo é fraude, farsa e engano, quando não é comédia, simplória e mero artefato de cômicos ou de larápios espirituais, embrutecidos e arrogantes serviçais de Satanás. E isto é o que deve ser dito por nós os que conhecemos o Senhor Jesus Cristo, pois satanás não poupa esforços para difundir a mentira. E é a nós, Cristãos, que cabe o dever e a obrigação de testemunhar da verdade.

Esta simples explanação já é esclarecedora o suficiente sem que qualquer um tenha de, literalmente, perder seu tempo estudando as circunvoluções pseudocientíficas das argumentações bizarras e absurdas do Evolucionismo. A Bíblia, em primeiro lugar, como autoridade máxima e inerrante sobre o relato da criação, como até o próprio testemunho da criação já bastam a qualquer homem a fim de que este louve o Criador, pois o Autor da Bíblia é o mesmo Autor da Criação.

E, se alguém desejar, simples leituras adicionais sobre o que seja o Evolucionismo já são mais do que suficiente para que se possa perceber o enorme erro de objetivo e de foco a que se dão os ateus evolucionistas, religiosos fanáticos, adeptos de uma causa já vencida, e isto por definição.

Não devemos esquecer, todavia, que há poderosas mentes sedutoras ávidas por enganar a tantos quantos possam, sedentas por lucros, por fama e por evidência pessoal. E tais ensinos, como o Evolucionismo, por exemplo, são armadilhas pegajosas e sutis. Embora, na realidade, tão débeis, humilhantes e absurdas quanto a crença antibíblica no deus-elefante (Ganesh) do Hinduísmo. Veja você a perversidade do diabo: Tentar fazer acreditar que homens, tendo como vermes seus próprios ancestrais (segundo a literatura védica do Hinduísmo), adorem um deus-elefante. Pode-se, assim, perceber a sutileza da humilhação que Satanás impõe aos seus escravos. Tudo isso não passa de ódio ao Criador, pois somos criados à Sua imagem e semelhança.

Porém, assim como a autêntica ciência não é tolerante para com as práticas do Evolucionismo da religião do Ateísmo, muito menos tolerante será o Criador com toda a sorte de mentiras proferidas pelos homens, no dia em que se levantar para julgar a humanidade.

E é por isto que a objetividade de Deus, ao oferecer aos homens, gratuitamente, a salvação, não dá uma única oportunidade sequer à fraude ou à duplicidade:

“Finalmente, apareceu Jesus aos onze, quando estavam à mesa, e censurou-lhes a incredulidade e dureza de coração, porque não deram crédito aos que o tinham visto já ressuscitado. E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura.Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado.” Marcos 16:14-16

 

INTELLECTUS

Para impressão em arquivo .txt (texto) clique aqui.

 

 

Home