Brasil, Explorado e Roubado pelo Diabo

 

Chamem-nos de loucos ou de fanáticos, se assim o desejarem. Mas Deus tem entregue esta nação nas mãos de exploradores e de devoradores. Motivo: Umbanda, Candomblé, Macumba, Espiritismo, LBV, Idolatria Católica, Carnaval, Luxúria e similares. Doa a quem doer, mas há mais do que fartura de exemplos bíblicos sobre as consequências do desprezo a Deus.

Observemos o comportamento das nações mais ricas do planeta: EUA, Inglaterra, Alemanha e Israel. Todos eles aproveitam as oportunidades a fim de realizar o melhor negócio possível para os seus povos. Agora, de quem são as canetas enviadas por Brasília para assinar os tais acordos desvantajosos para o Brasil. Por que não são assinados acordos mais vantajosos para o Brasil, mudando-se esse panorama histórico de exploração a que o Brasil é submetido? Porque alguém(s) é beneficiado por essas negociações absurdas. Mas, quem são os delegados brasileiros enviados a negociar com outras nações à mando do Governo Federal? Quem são os componentes das missões de negociações? O problema é muito mais restrito do que parece. O Brasil não é apenas explorado, mas se deixa explorar. E o tanto que Deus ainda defende esta nação, Ele o faz devido ao clamor dos Cristãos. Mas, pela rejeição de Seu Filho, o Brasil sofre maldições.

“Apalparás ao meio-dia, como o cego apalpa nas trevas, e não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os teus dias; e ninguém haverá que te salve. Desposar-te-ás com uma mulher, porém outro homem dormirá com ela; edificarás casa, porém não morarás nela; plantarás vinha, porém não a desfrutarás. O teu boi será morto aos teus olhos, porém dele não comerás; o teu jumento será roubado diante de ti e não voltará a ti; as tuas ovelhas serão dadas aos teus inimigos; e ninguém haverá que te salve.” Deuteronômio 28:29-31

Por isso se admiram de que haja Igrejas prosperando e, mentindo, nos acusam de ladrões. Mas a realidade está exposta na cara de todos, e isto para o Juízo daquele Dia.

Quando os Ingleses e os Irlandeses Cristãos colonizaram a América do Norte, lado a lado com os Judeus, eles tinham em mente cuidar da terra em que pisavam. Era o Novo Mundo de oportunidades, de esperanças e de enormes riquezas e espaço físico, o que foi sendo, paulatinamente visto. Dedicaram-se à preço de suor e sangue ao desenvolvimento do que é hoje o país mais rico e próspero do planeta.

Porém, ao aqui chegarem os Portugueses, com seus padres idólatras e com sua teologia apóstata, o resultado foi a ganância e o descaso para com o Brasil. O objetivo era explorar, destruir para explorar e explorar destruindo. Calcula-se que o ouro que foi extraído do Estado de Minas Gerais tenha sido a maior quantidade de ouro extraído de uma só região em toda a História. A mesma desgraça sucedeu nos países onde pisaram os Espanhóis, protagonistas, juntamente com os Portugueses, da Inquisição e da Perseguição a Judeus e a Cristãos que se levantavam contra as heresias da Igreja Católica Apóstata Romana. Veja a situação dos outros países da América do Sul. Hoje Portugal é o país mais pobre da Zona Euro, e todo o seu ouro foi parar nos bancos ingleses para pagar as Guerras de Ultramar (Angola e Moçambique) mais juros de empréstimos outros realizados no período do ditador Salazar, apoiado pela Igreja Católica Apóstata Romana.

Embora vítimas da ganância portuguesa, africanos que para aqui foram trazidos, e, diga-se, vendidos por africanos, seu próprio povo, trouxeram consigo legiões de demônios que infestaram esta nação. Os Orixás africanos (demônios) foram co-participantes do sofrimento dos negros da África. A escravidão só dava prazer e satisfação ao diabo. Posteriormente a Igreja de Roma, a Meretriz, consolidou o sincretismo religioso unindo abomináveis idolatrias católicas com os demônios das religiões africanas. Não bastasse isto, aqui havia índios praticantes de magia, o que hoje é conhecido como Pajelança, os quais também tiveram sua cooperação na desgraça que se estabeleceu nesta nação desde o século XVI.

A razão da miséria do Nordeste brasileiro não é a seca, mas a idolatria católica. A corrupção assola esta nação pelas razões que expus na outra mensagem. Felizmente, no sul do Brasil chegaram muitos Cristãos alemães e de outros países europeus (França, Áustria, Suíça, Polônia, e outros) os quais trouxeram consigo o Evangelho de Jesus Cristo. Até hoje podemos ver Bíblias em alemão daquela época no sul do Brasil (conheço, pessoalmente, o Brasil de Norte a Sul). Assim como já via prosperidade do Sul, também já vi a impressionante miséria e ignorância do Norte brasileiro.

O Estado de São Paulo responde por cerca de 60% do PIB brasileiro, porém, no extremo sul de São Paulo há uma região conhecida como o Vale do Rio Ribeira. É uma região miserável, mal cheirosa, escura e tenebrosa. Quando lá estive não entendi o porquê daquele ambiente pesado. Posteriormente fiquei sabendo que lá existe a segunda maior concentração de atividades espíritas (Umbanda,Candomblé e Macumba) do Brasil, só perdendo para a Bahia. Hoje sei o porquê do que lá vi com meus próprios olhos. Grande cooperação, digo ainda, tem sido dada para a miséria brasileira pela Rede Globo de Televisão, uma emissora à serviço do diabo, com uma programação que faz apologia aos Orixás (demônios), ao homossexualismo, ao adultério, e a toda sorte de pecados.

Vendo também a Índia com seu enorme território e riquezas, o continente Africano com petróleo, ouro, pedras preciosas a dar e vender, vemos que há algo errado com aquelas regiões e com o Brasil. O problema é espiritual. A Índia com seus deuses do Hinduísmo (demônios tais como os orixás), e o Brasil com a Idolatria católica e com o multifacetado espiritismo do diabo.

Felizmente, o Evangelho do Senhor Jesus Cristo está sendo pregado a esta nação de espíritas, idólatras, corruptos e carnavalescos alcoólatras e drogados. O povo brasileiro é pobre e há muitos adeptos da lei do “levar vantagem em tudo”, do “aproveitar a vida”. Há muitos do povo desta nação que, diferentemente do que muitos afirmam, não são dados ao trabalho, mas a orgias. Sim, o Evangelho está sendo anunciado, mesmo que o tempo rapidamente esteja terminando antes que venha Aquele que julgará vivos e mortos e que dará a cada um segundo o fruto de suas mãos.

“Em seguida vi o Cordeiro quebrar o sexto selo. Houve um violento terremoto, o sol se tornou negro como uma roupa de luto, e a lua ficou toda vermelha como sangue. As estrelas caíram do céu sobre a terra, como os figos verdes caem da figueira sacudida por um vento forte. O céu desapareceu como um rolo de papel que se enrola de novo, e todos os montes e ilhas foram tirados dos seus lugares. Então os reis do mundo inteiro, os governadores e os chefes militares, os ricos e os poderosos e todas as outras pessoas, escravas ou livres, se esconderam nas cavernas e debaixo das rochas das montanhas. E gritavam para os montes e para as rochas: -Caiam sobre nós e nos escondam dos olhos daquele que está sentado no trono e nos protejam da ira do Cordeiro! Pois já chegou o grande dia da ira deles, e quem poderá agüentá-la?” Apocalipse 6:12-17

 

INTELLECTUS

 

Home