O Rio de Janeiro Paga com Sangue e Lágrimas o Preço pelo Carnaval,  pela Prostituição e pela Homenagem ao Diabo

Conhecida internacionalmente como a Cidade Maravilhosa, a cidade do Rio de Janeiro tem vivido momentos de luto e de dor pela perda de tantas vidas. Pelo Brasil afora, e mesmo por outros países, a antiga Cidade Maravilhosa já é conhecida como a Cidade da Violência. Será simples acaso? Não! Os motivos para a tristeza da bela cidade do Rio podem ser conhecidos.

"Naquele dia, tirará o Senhor o enfeite dos anéis dos tornozelos, e as toucas, e os ornamentos em forma de meia-lua; os pendentes, e os braceletes, e os véus esvoaçantes; os turbantes, as cadeiazinhas para os passos, as cintas, as caixinhas de perfumes e os amuletos; os sinetes e as jóias pendentes do nariz; os vestidos de festa, os mantos, os xales e as bolsas; os espelhos, as camisas finíssimas, os atavios de cabeça e os véus grandes. Será que em lugar de perfume haverá podridão, e por cinta, corda; em lugar de encrespadura de cabelos, calvície; e em lugar de veste suntuosa, cilício; e marca de fogo, em lugar de formosura. Os teus homens cairão à espada, e os teus valentes, na guerra. As suas portas chorarão e estarão de luto; Sião, desolada, se assentará em terra." Isaías 3:18-26

Esta terrível advertência de Deus veio sobre Israel em razão de sua maldade e rebelião contra Deus. Os motivos de tamanha desventura se encontram no mesmo capítulo do Livro do Profeta Isaías, vindo antes da solene e terrível advertência:

"Diz ainda mais o SENHOR: Visto que são altivas as filhas de Sião e andam de pescoço emproado, de olhares impudentes, andam a passos curtos, fazendo tinir os ornamentos de seus pés, o Senhor fará tinhosa a cabeça das filhas de Sião, o SENHOR porá a descoberto as suas vergonhas." Isaías 3:16,17

A soberba e o orgulho dos povos, e isto ao longo de toda a História, têm sido a principal causa da ruína e da desgraça de reinos, cidades e impérios. O maior pecado de Sodoma e Gomorra foi a altivez, a arrogância e a injustiça para com os pobres, isto é, para com os necessitados.

"Eis que esta foi a iniqüidade de Sodoma, tua irmã: soberba, fartura de pão e próspera tranqüilidade teve ela e suas filhas; mas nunca amparou o pobre e o necessitado." Ezequiel 16:49

Da soberba podem surgir toda sorte de injustiça e malícia, visto que na arrogância não pode haver amor. O amor é um estado de espírito e de alma que busca a justiça e o cuidado por si próprio, mas também para com o próximo:

"Pois isto: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não cobiçarás, e, se há qualquer outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás o teu próximo como a ti mesmo." Romanos 13:9

"Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles; porque esta é a Lei e os Profetas." Mateus 7:12

Desnecessário dizer que os arrogantes não se portam segundo as instruções do Senhor Jesus Cristo expressas acima.

Samba, Suor e Cerveja

Também por esta expressão é conhecida no Brasil a fama da cidade do Rio de Janeiro. Porém o quadro não tem nada de belo e muito menos de romântico. A relação entre o samba e o carnaval tem suas raízes nos cultos demoníacos originários das religiões tribais africanas como o Candomblé, Ifa e Olorum. Em tais cerimônias pagãs, tribos africanas costumavam (e até hoje o fazem) dançar ao ritmo de tambores homenageando espíritos de demônios. A religião Ifa (Olorum, Candomblé, Umbanda, Quimbanda) não é apenas uma "manifestação cultural" como muitos julgam. Antes é escancarada invocação dos demônios (os quais, mentindo, se dizem chamar Orixás, guias, etc.). Na maioria das vezes essa prática, abominada por Deus, é realizada visando a ascensão social e econômica, a destruição de inimigos e a ruína de famílias. Em troca, o infeliz participante não somente paga em dinheiro os babalorixás e as ialorixás, mas também "pagam" aos demônios. Muitas vezes o preço oferecido é a própria alma. Longe de ser uma questão étnica, a promoção fraudulenta da Religião Ifa e Olorum (origem do Candomblé e da Umbanda) é uma das mais escancaradas e explícitas disseminações das práticas de invocação de demônios de que se tem notícia em nosso país. Utilizando-se de artifícios sagazes e sorrateiros, Satanás tem procurado levar muitos a crer que a “manifestação cultural” afro-descendente tem de, obrigatoriamente, passar pela assimilação dos “valores” do Candomblé e da Umbanda. O envolvimento progressivo com as práticas da Religião Ifa e Olorum leva, inexoravelmente, ao envolvimento, e consequente escravidão espiritual, dos indivíduos com os demônios, servos de Satanás.

 
Possessão Demoníaca   Sacrifício de Animais

Os Orixás são espíritos de demônios!

Ao som do filho das músicas indígenas-tribais-demoníacas africanas, o Samba, e embriagados por álcool (muitos se drogam durante o período do Carnaval), o suor advém da grande promiscuidade que invade o Rio de Janeiro transformando-a em uma literal cidade-bordel. A Avenida Atlântica, em Copacabana, na orla carioca, é um inegável exemplo disto. A partir do cair da tarde podem ser vistos indivíduos envolvidos em toda sorte de prostituição sexual, o que também inclui a prostituição homossexual e a venda de drogas. A imprensa brasileira está repleta de referências a essas atividades. Vejamos alguns exemplos:

________________________________________

Ibiss.com.br

"Na noite de segunda-feira, quando iniciaram-se as operações da Polícia Civil na Orla de Copacabana. Estivemos acompanhando a equipe de agentes de saúde do Projeto Sereias da Atlântica, do Instituto Brasileiro de Inovações em Saúde Social - IBISS. Para nossa surpresa, em que pese todo o aparato policial e presença maciça da imprensa, o relato das meninas - mulheres e travestis profissionais do sexo - era de que a abordagem dos agentes, ao contrario de outras operações similares no passado, estava sendo tranqüila e respeitosa. Segundo elas, quem era "de maior" e estava portando o documento de identidade não estava sofrendo constrangimentos, muito embora várias companheiras tivessem preferido não arriscar e corrido ao primeiro sinal da operação."  (Fonte: Ibiss.com.br) 

______________________________________

Reuters

Rio deflagra no Carnaval campanha de combate a turismo sexual

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Passistas desinibidas tendem a despertar a libido de alguns turistas no Carnaval, mas as autoridades cariocas querem coibir esse ardor lembrando que nem todas as formas de sexo são consideradas legais na cidade
Preocupados com a criminalidade que cerca a prostituição e com a imagem do Rio como um importante destino do turismo sexual, promotores cariocas estão lançando uma campanha contra a exploração sexual e o uso de menores no comércio do sexo. A medida, que envolve a repressão policial a cafetões e bordéis, e também uma campanha de conscientização, coincide com o Carnaval, que começa no dia 20. Um de seus focos é o turismo.
"O turismo sexual não é bom para a cidade'', disse à Reuters Ana Lúcia Melo, promotora de uma unidade especial do Ministério Público que combate o mercado do sexo e a prostituição infantil..."

____________________________________

Jornal O GLOBO

Copacabana não quer novas termas
Dimmi Amora

O mercado da prostituição em Copacabana pode sofrer um novo golpe. As associações de moradores pediram à prefeitura que não conceda mais alvarás de funcionamento para casas de massagens ou termas no bairro. De acordo com os representantes dos moradores, a quantidade deste tipo de comércio só aumenta, incentivando ainda mais a indústria do sexo.

_______________________________

Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro

12/2/2004 - ASCOM/PCERJ

Policiais da 12ª Delegacia Policial interditaram, na madrugada desta quinta-feira (12/01), a boate Holiday, na Avenida Atlântica, em Copacabana, suspeita de funcionar como ponto de exploração de prostituição. O gerente, dois clientes e 14 mulheres que estavam no local foram levadas para a delegacia, onde prestaram depoimento.

_______________________________

E, infelizmente, os relatos não param por aí.

Carnaval, uma Homenagem ao Diabo

As muitas máscaras de diabo que são vistas durante o Carnaval não têm como motivo nenhuma simples coincidência. O Carnaval (festa da carne) tem origens no paganismo da antiguidade. Na Grécia antiga e na Roma dos imperadores o deus Dionísio (ou Baco) era homenageado com festins, danças e orgias regadas a vinho e bebida forte. Há relatos históricos, inclusive, de prostitutas de aluguel que se prontificavam a "trabalhar" durante os períodos em que essas tais festividades ocorriam. O culto a Baco (Satanás) deu origem à palavra bacanal que é sinônimo de orgia.

A seguir está o trecho de uma canção blasfema que parece cair como uma luva para o nosso texto:

"O carnaval é invenção do diabo
Que Deus abençoou
Deus e o diabo no Rio de Janeiro
Cidade de São Salvador
Não se grile"

Há bailes e blocos de Carnaval que levam nomes tais como: "Filhas d’Oxum", "Filhas de Olorum" (Orixás), "Baile do Diabo", "Noite do Diabo", "Festa do Diabo", etc. E toda essa conjuntura de fatos nos pode fazer afirmar o seguinte: O Carnaval é patrocinado pelo Diabo e por seus demônios. E, infelizmente, o Rio de Janeiro é o maior divulgador e promotor brasileiro dessa festa do inferno.
Se ao invés de a cidade do Rio de Janeiro abrir suas portas a essas atividades do Príncipe das Trevas, mas antes invocasse o nome do Senhor Jesus Cristo, o Rio de Janeiro, a despeito de toda a sua problemática social, política e econômica, não estaria jamais na sangrenta situação em que se encontra. Mas, se o Carnaval é a festa de Satanás, como alguém poderia esperar que esta cidade não estivesse como está? Abra-se a porta ao Senhor Jesus Cristo e o resultado será saúde, equilíbrio, verdadeira alegria e paz. Abra-se a porta ao Diabo e sobrevirão dores, roubos, violências de toda sorte e muitas mortes.
A opção é individual e coletiva. Mas parece que o povo carioca tem preferido o Diabo a Deus. E os frutos estão aí. Só não os vê quem não quiser!

Nota: Este texto não generaliza todo o grande número de participantes do Carnaval e nem dos adeptos das religiões africanas. Tal generalização seria ingênua e injusta. Porém existem manifestações carnavalescas bem elucidativas de como o Carnaval está associado ao culto aos Orixás:

_____________________________

Afoxé

"O Afoxé é um cortejo de rua que sai durante o carnaval (em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará), também conhecido como Candomblé de rua. Sua definição mais sintética e exata foi dada pelos Filhos de Gândhi do Rio: Axé na rua. As agremiações são sempre ligadas a algum terreiro congregando iniciados e simpatizantes. Na rua, o pé de dança (forma de dançar) é o mesmo de dentro dos terreiros, conduzido por tambores, xequerês e agogôs." (Fonte:http://www.brazilsite.com.br) 

______________________________

Mas, em alto e bom tom, afirmamos que o envolvimento com as entidades (demônios) da religiões equivocadamente chamadas de afro-brasileiras (são africanas e não brasileiras) podem, isto sim, conduzir muitos a seguir as ordens dadas pelos demônios disfarçados em Orixás. E são esses mesmos demônios os promotores das orgias carnavalescas (o que tem elevado o número de novos contaminados pelo HIV e pelas Doenças Sexualmente Transmitidas), promotores da condução de muitos ao alcoolismo, ao uso de drogas, e a muitas mortes violentas.

"Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará." Gálatas 6:7

 

INTELLECTUS

 

Home