Dívida Impagável

A situação de todos os seres humanos, sem absolutamente nenhuma exceção, em toda a História, a começar de Adão, é de um acumular de dívidas impagáveis a Deus. O que, pois, poderiam os homens dar a Deus como pagamento por todas as maldades que têm cometido, cada um individualmente? Que pagamento satisfaria a justiça de Deus no tocante a todos os assassinatos já cometidos, todos os roubos, furtos, adultérios, subornos, fraudes, corrupção, mentiras, blasfêmias, relações sexuais ilícitas, abortos criminosos, traição, afrontas, ofensas, seqüestros, tráfico ilícito, prostituição, idolatria, etc.?

Muitos acreditam que ao chegarem diante de Deus com uma enorme lista contendo todo o bem que fizeram (doações, assistência a enfermos, esmolas, fiel aprendizado de boas condutas sociais, cumprimento de obrigações legais e pessoais, etc,) serão perdoados pois haveria alguma espécie de “saldo positivo” pesando em algum tipo de balança. Tais listas (favoritas dos católicos e espíritas, para citar alguns), no final contém a assinatura de seu portador, ou seja, do indivíduo em questão. Mas para horrenda surpresa dos que assim procedem e julgam poder obter de Deus a salvação por mérito próprio, tais listas nem sequer podem ser apresentadas. Logo ao morrer, num momento, se dão conta de que se encontram, conscientes, na profundeza abrasadora do Inferno de fogo. Não havendo mais saída, eternamente.

Porém, ao chegarem os justos diante de Deus, tão somente um único documento têm de apresentar: O comprovante de quitação e de cancelamento de todas as dívidas, de cada um individualmente, assinado com este nome: Jesus Cristo.

Diante da apresentação deste papel, não há possibilidade de falha no destino do portador: O Céu, o Paraíso de Deus, eternamente.

Aos que lhE apresentam este comprovante, assinado com o sangue do Filho de Deus, lhes está amplamente suprida a entrada nos lugares celestiais. Todo o bem que fizeram será levado em conta com fins a recompensar os justos. Porém de todo o mal que fizeram, disto não haverá lembrança.

Esta é a Nova Aliança de Deus com os homens, mediada pelo Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo. A salvação é gratuita e exclusiva pelas mãos do Filho.

“E, de fato, repreendendo-os, diz: Eis aí vêm dias, diz o Senhor, e firmarei nova aliança com a casa de Israel e com a casa de Judá, não segundo a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os conduzir até fora da terra do Egito; pois eles não continuaram na minha aliança, e eu não atentei para eles, diz o Senhor. Porque esta é a aliança que firmarei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o Senhor: na sua mente imprimirei as minhas leis, também sobre o seu coração as inscreverei; e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. E não ensinará jamais cada um ao seu próximo, nem cada um ao seu irmão, dizendo: Conhece ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor deles até ao maior. Pois, para com as suas iniqüidades, usarei de misericórdia e dos seus pecados jamais me lembrarei.” Hebreus 8:8-12

“E a vós outros, que estáveis mortos pelas vossas transgressões e pela incircuncisão da vossa carne, vos deu vida juntamente com ele, perdoando todos os nossos delitos; tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu- o inteiramente, encravando-o na cruz; e, despojando os principados e as potestades, publicamente os expôs ao desprezo, triunfando deles na cruz.” Colossenses 2:13-15

Eis o porquê da completa inutilidade de qualquer religião. Somente o Filho, o Senhor Jesus Cristo pode salvar alguém do Inferno, pois foi Ele quem quitou TODA a dívida.

INTELLECTUS

Home