Como Satanás tendo sido criado perfeito veio a pecar?

A Queda de Lúcifer, a perdição de Satanás, o que é Perfeição? Por que Lúcifer caiu? Como o que era perfeito se tornou em gotesca e bizarra imperfeição?

 

"Veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Filho do homem, levanta uma lamentação contra o rei de Tiro e dize-lhe: Assim diz o SENHOR Deus: Tu és o sinete da perfeição, cheio de sabedoria e formosura. Estavas no Éden, jardim de Deus; de todas as pedras preciosas te cobrias: o sárdio, o topázio, o diamante, o berilo, o ônix, o jaspe, a safira, o carbúnculo e a esmeralda; de ouro se te fizeram os engastes e os ornamentos; no dia em que foste criado, foram eles preparados. Tu eras querubim da guarda ungido, e te estabeleci; permanecias no monte santo de Deus, no brilho das pedras andavas. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado até que se achou iniqüidade em ti. Na multiplicação do teu comércio, se encheu o teu interior de violência, e pecaste; pelo que te lançarei, profanado, fora do monte de Deus e te farei perecer, ó querubim da guarda, em meio ao brilho das pedras. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; lancei-te por terra, diante dos reis te pus, para que te contemplem. Pela multidão das tuas iniqüidades, pela injustiça do teu comércio, profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu, e te reduzi a cinzas sobre a terra, aos olhos de todos os que te contemplam. Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; vens a ser objeto de espanto e jamais subsistirás." Ezequiel 28:11-19

Há muitos mistérios na existência e há muita coisa à respeito das quais nada se sabe, ou nada nos convém saber. Há um evidente limite de acesso a assuntos demasiado profundos e esta limitação não é indeliberada. Vemos esta limitação nas palavras do próprio Deus:

"As coisas encobertas pertencem ao SENHOR, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei." Deuteronômio 29:29

Mesmo à despeito de toda argumentação (fundamentalmente atéia) que assevera que o homem deve entender e compreender tudo pela razão e pela lógica, a verdade é que possuímos muito mais limitações impostas por Deus do que comumente supomos. E, a julgar pelo modo tendenciosamente perverso com que nós, seres humanos, tratamos dos assuntos que nos dizem respeito, que se dirá dos assuntos que envolvem terceiros e cujo conhecimento nos foi concedido? Melhor mesmo é que permaneçam essas sábias limitações. Mesmo no tocante a nós mesmos, há muito o que ignoramos, por mais estranha que possa parecer esta afirmação. E no tocante ao próprio Deus, também há muito o que não nos é dado a conhecer.

"Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Agora, conheço em parte; então, conhecerei como também sou conhecido." 1 Coríntios 13:12

No que concerne ao passado de Lúcifer, seu comportamento foi, e é, de tal ordem pervertido e maléfico que somente a fiel proteção do Todo-Poderoso Deus nos pode manter separados e protegidos das influências sedutoras e mortíferas do anjo das trevas. No Livro do Apocalipse há uma referência a algumas pessoas que conheciam algo mais à respeito de Satanás:

"Tenho, porém, contra ti o tolerares que essa mulher, Jezabel, que a si mesma se declara profetisa, não somente ensine, mas ainda seduza os meus servos a praticarem a prostituição e a comerem coisas sacrificadas aos ídolos. Dei-lhe tempo para que se arrependesse; ela, todavia, não quer arrepender-se da sua prostituição. Eis que a prostro de cama, bem como em grande tribulação os que com ela adulteram, caso não se arrependam das obras que ela incita. Matarei os seus filhos, e todas as igrejas conhecerão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e vos darei a cada um segundo as vossas obras. Digo, todavia, a vós outros, os demais de Tiatira, a tantos quantos não têm essa doutrina e que não conheceram, como eles dizem, as coisas profundas de Satanás: Outra carga não jogarei sobre vós; tão-somente conservai o que tendes, até que eu venha." Apocalipse 2:20-25

É evidente que o Senhor Jesus Cristo está repreendendo a atitude e o posicionamento dos que diziam conhecer "as coisas profundas de Satanás", pois essas pessoas, além de tolerarem a prostituição e a comida sacrificada a ídolos, estavam em um posicionamento condenável diante de Deus. Esse tal conhecimento sobre Satanás não é, evidentemente, do que estamos tratando neste artigo, pois o nosso objetivo aqui é demonstrar, pelas Escrituras, como um ser perfeito veio a se tornar imperfeito e eternamente perdido.

O que é a Perfeição?

O sentido mais vulgar que conhecemos para designar algo como perfeito é o "sem falhas", "sem defeito", porém há mais sobre a definição de perfeição, sobretudo a perfeição sob a perspectiva bíblica, do que falaremos mais adiante. Porém, conveniente seria examinarmos as definições para perfeição e compará-las com o que está escrito no original grego de Ezequiel 28, uma metodologia de estudo bíblico simples e mui proveitosa.

Definições de Perfeição segundo dicionários da Língua Portuguesa:

Acabado; completo; que tem tudo o que lhe pertence ser; ótimo; excelente; rematado; fabricado do melhor modo possível.

A palavra hebraica utilizada em Ezequiel 28 designando a perfeição dos caminhos de Lúcifer:

Tamiym = completo, total, inteiro, são.

Diante do que já vimos, podemos entender que a perfeição de Lúcifer dizia respeito ao que já está pronto, acabado, quer aqui se incluam os padrões de moral e de ética, quer tão somente nos limitemos ao conceito de obra pronta. Este trecho do Livro de Ezequiel sugere fortemente que Lúcifer era um ser perfeito, "obra pronta" e "moralmente perfeito".

Ainda que prosseguíssemos buscando mais e mais detalhes e definições sobre o conceito de perfeição, terminaríamos por chegar em um ponto onde nada pudesse ser entendido ou compreendido sem que o referencial utilizado fosse a própria pessoa de Deus. E isto está correto, pois Deus é perfeito nos mais elevados sentidos deste conceito. Porém, o próprio conceito e a própria situação (estado) de perfeição estão, ambos, sujeitos à influência do poder de Deus.

Tudo o que podemos conceber, entender, ou mesmo imaginar, em relação aos conceitos de perfeição estão, todos eles, sujeitos à permanência na presença de Deus, caso contrário o perfeito se torna em imperfeição.

O que sucedeu com Lúcifer não foi, propriamente, alguma espécie de "defeito latente" que se manifestou em seu ser, pois fora criado perfeito. O que, de fato sucedeu, segundo podemos depreender das Escrituras, foi o seu afastamento deliberado de Deus. Esta foi a causa primária de todo o processo de corrupção que se instalou e que contaminou todas as áreas e segmentos da criatura chamada de Lúcifer.

Toda criatura de Deus pode permanecer eternamente perfeita, desde que permaneça eternamente com Deus. Isto se aplica a anjos e a homens.

Deus não somente é, ele mesmo, perfeito, como a própria perfeição lhe está sujeita e está na dependência da atuação do seu poder. Em outras palavras, Deus está acima da perfeição e a perfeição só pode ser preservada pelo próprio Deus.

O que Deus nos assegurará nos lugares celestiais, em Cristo, será a nossa eterna permanência com ele e debaixo do seu poder. Toda a harmonia da eternidade está sujeita a Deus. É desta situação que Lúcifer caiu, e é desta queda que estamos, nós os cristãos, sendo protegidos por Deus, hoje e pelos séculos dos séculos.

INTELLECTUS

Home