O Arrebatamento da Igreja de Cristo Após o Aparecimento da Besta

 "Com efeito, o mistério da iniqüidade já opera e aguarda somente que seja afastado aquele que agora o detém;" 2 Tessalonicenses 2:7

Eis as perguntas que nos foram dirigidas com as respectivas respostas:

Pergunta: O Anticristo aparecerá antes ou depois do Arrebatamento?

Resposta: São diversos os trechos das Escrituras que afirmam, enfaticamente, que o Anticristo surgirá ANTES do Arrebatamento da Igreja do Senhor Jesus Cristo. A Bíblia afirma que a Igreja do Senhor Jesus Cristo só será arrebatada APÓS a ressurreição dos justos, e esta ressurreição só ocorrerá no último dia, conforme as palavras do Senhor Jesus:

“E a vontade de quem me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu; pelo contrário, eu o ressuscitarei no último dia.” João 6:39 

“Ninguém pode vir a mim se o Pai, que me enviou, não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.” João 6:44

O último dia é o Dia do Senhor, o Dia do Retorno do Senhor Jesus, o Dia da Ressurreição e do Arrebatamento, como pode ser bem entendido aqui:

“Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem. Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor.” 1 Tessalonicenses 4:15-17

Ora, se os mortos ressuscitarão somente “no último dia”, como visto nos trechos bíblicos acima, é evidente que os 3 anos e meio destinados ao governo da Besta (o anticristo) acontecerão antes do ÚLTIMO DIA, quando Jesus afirma que ressuscitará os mortos.

Eis algumas passagens bíblicas que falam sobre a perseguição dos cristãos antes do retorno do Senhor Jesus Cristo, no último dia:

“Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não vos assusteis; pois é necessário que primeiro aconteçam estas coisas, mas o fim não será logo. Então, lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino, contra reino; haverá grandes terremotos, epidemias e fome em vários lugares, coisas espantosas e também grandes sinais do céu. Antes, porém, de todas estas coisas, lançarão mão de vós e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, levando-vos à presença de reis e governadores, por causa do meu nome; e isto vos acontecerá para que deis testemunho.” Lucas 21:9-13

O Senhor Jesus está profetizando sobre o fim e também sobre a perseguição vindoura e, obviamente, não está se referindo às perseguições da Igreja dos primeiros séculos, haja vista o contexto dos eventos que Ele profetizou sobre as calamidades internacionais que afetarão o mundo.

No Apocalipse temos também diversas passagens bíblicas sobre a perseguição dos cristãos:

(Falando sobre a Besta-o Anticristo-e sobre a perseguição aos santos): “Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias e autoridade para agir quarenta e dois meses; e abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para lhe difamar o nome e difamar o tabernáculo, a saber, os que habitam no céu. Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação;” Apocalipse 13:5-7

Pergunta: Perseguições a todos os crentes serão árduas e até o dia do arrebatamento?

Resposta: Sim, a Bíblia nos revela que nesses 42 meses, haverá cristãos que serão mortos e presos:

“Se alguém tem ouvidos, ouça. Se alguém leva para cativeiro, para cativeiro vai. Se alguém matar à espada, necessário é que seja morto à espada. Aqui está a perseverança e a fidelidade dos santos.” Apocalipse 13:9-10

Ora, se a Igreja já tivesse sido arrebatada antes do aparecimento do Anticristo, quem seriam esses santos?

E ainda:

“Não tivessem aqueles dias sido abreviados, ninguém seria salvo; mas, por causa dos escolhidos, tais dias serão abreviados.” Mateus 24:22 

Pergunta: E quais os tipos de perseguições?

Resposta: Prisões, mortes, confisco de bens, e por aí vai, pois estaremos vivendo no período do governo da Besta, e o objetivo de Satanás será aniquilar todos os cristãos. Evidentemente que isto não ocorrerá, pois Deus usará estas situações a fim de que demos testemunho de Jesus perante e diante de quem Ele desejar. Muitos cristãos não morrerão, antes, serão como labaredas de fogo celestial atuando como poderosas testemunhas diante da iminência da consumação dos séculos, o fim do mundo. Deus tem um belo plano para alcançar muitas e muitas almas nesse terrível período final. O Senhor tem tudo sob Seu absoluto controle.

“Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra.” Apocalipse 3:10 

(Guardarei, do Grego: tereo, que significa: guardar; tomar conta de; manter alguém no estado em que ele está.)

O trecho bíblico acima tem sido, equivocadamente, citado pelos que acreditam que os cristãos não passarão pela Grande Tribulação, porém, além do que já foi visto acima, podemos afirmar que nestas palavras do Senhor Jesus não há nenhuma referência ao Arrebatamento. O que Ele está afirmando é que nos estará guardando, protegendo, guiando e, evidentemente, nos poupando de terríveis desgraças que sobrevirão aos incrédulos em um tempo de horrores e de dores, como será o período do governo da Besta.

Tanto é assim que Ele pronuncia as seguintes palavras após profetizar sobre as terríveis coisas que sobrevirão ao mundo:

"Então, Jesus passou a dizer-lhes: Vede que ninguém vos engane. Muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu; e enganarão a muitos. Quando, porém, ouvirdes falar de guerras e rumores de guerras, não vos assusteis; é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim. Porque se levantará nação contra nação, e reino, contra reino. Haverá terremotos em vários lugares e também fomes. Estas coisas são o princípio das dores. Estai vós de sobreaviso, porque vos entregarão aos tribunais e às sinagogas; sereis açoitados, e vos farão comparecer à presença de governadores e reis, por minha causa, para lhes servir de testemunho. Mas é necessário que primeiro o evangelho seja pregado a todas as nações. Quando, pois, vos levarem e vos entregarem, não vos preocupeis com o que haveis de dizer, mas o que vos for concedido naquela hora, isso falai; porque não sois vós os que falais, mas o Espírito Santo. Um irmão entregará à morte outro irmão, e o pai, ao filho; filhos haverá que se levantarão contra os progenitores e os matarão. Sereis odiados de todos por causa do meu nome; aquele, porém, que PERSEVERAR ATÉ AO FIM, esse será salvo." Marcos 13:5-13

 

INTELLECTUS

Home