Maçons Famosos. A Galeria dos Mais Autênticos Maçons de Todos os Tempos! Dignos Representantes dessa Filial do Inferno, a Maçonaria.

Conheça "ilustres" figuras que fizeram parte dessa sociedade "filantrópica". (Qualquer semelhança com um Circo dos Horrores não é mera coincidência!)

 

Satanás - Também conhecido por Lúcifer, a Serpente, o Diabo. Na Maçonaria seu nome é Jahbulon, Abadon ou G.A.D.U. (Grande Arquiteto do Universo). É o pai e o mentor intelectual e ainda o patrocinador da Maçonaria. Sua biografia é repleta de mentiras, engodos, truques, dissimulações e trapaças. É o maior homicida da história da humanidade. Está condenado a passar a eternidade acorrentado nas profundezas do Lago de Fogo e Enxofre, lugar que Deus preparou especialmente para ele.


Aleister Crowley - Edward Alexander Crowley (Aleister Crowley) 1875 – 1947

Maçom, mestre satanista e fundador da religião anticristo conhecida como Thelema. Era mágico, bruxo, espírita, cabalista, budista, além de escritor de obras de pornografia e usuário de drogas psicotrópicas, principalmente a Heroína. Não bastasse isso tudo, Crowley ainda gostava de ser chamado de A Grande Besta, em referência à Besta descrita no Livro do Apocalipse, apelido que lhe foi dado por sua própria mãe, devido ao comportamento esdrúxulo e nada adequado de Edward Crowley. Foi também o autor da seguinte frase: 

"Se alguém for levar a Bíblia a sério, certamente ficará maluco. Mas para levar a Bíblia a sério, a pessoa já deve ser louca" (Aleister Crowley)


Observe a imagem de Bafomet (UM SÍMBOLO MAÇÔNICO), um demônio com cabeça de bode, e a imagem do Pentagrama ocultista (a estrela de cinco pontas) sobre o rosto do maçom Crowley na capa do livro.


“ Faça o que você quiser deverá ser o todo da lei ” (Aleister Crowley) 


 

Helena Petrovna Blavatsky

Maçom, Satanista, bruxa, cabalista e declaradamente anticristo, fundadora do Jornal Lucifer, fundadora da Sociedade Espírita e da Sociedade Teosófica. Há grandes esforços da Maçonaria, (hoje que seus "segredos" todos estão vindo à tona, em parte devido ao poder de troca de dados pela Internet) de negar que Blavatsky fosse maçom. Todavia é bem sabido que a bruxa Blavatsky possuía grande influência na Maçonaria (até hoje seu nome e seus livros são citados e indicados em sites maçons) além de possuir um Certificado de Iniciação Maçônica de 1877, conferido por John Yarker, outro maçom companheiro de Aleister Crowley. Blavatsky era tão influente na Maçonaria que muitos julgavam que ela fosse um maçom do grau 33 (o nível mais elevado e também limite para outras "ascensões" na organização), a ponto de a própria Blavatsky ter de negar que seu grau era 33 em seu livro Isis Inveiled (Ísis Descoberta) Vol. II, p. 394.

 

“Um dos segredos mais ocultos envolve a chamada queda dos anjos. Satanás e seu exército rebelde assim provarão ter se tornado os salvadores diretos e criadores do homem divino. Assim, Satanás, uma vez que ele cesse de ser visto no espírito supersticioso da igreja, cresce em imagem grandiosa. É Satanás quem é o Deus de nosso planeta e o único Deus. Satanás (ou Lúcifer) representa a Energia Centrífuga do Universo, este permanente símbolo de auto-sacrifício pela independência intelectual da humanidade.” 

Helena Petrovna Blavatsky
The Secret Doctrine (A Doutrina Secreta)
Páginas: 215-533


Timothy McVeigh

Maçom, terrorista culpado do atentado de Oklahoma City causou a morte de 168 pessoas ao explodir um edifício.

“Eu me sinto triste em informar que Timothy McVeigh, maçom grau 32, há 11 anos membro da irmandade maçônica, foi executado por injeção letal, momentos atrás.” 

J.D. Kukenbaker Grau 33
Grande Mestre da Grande Loja Maçônica da América do Norte. 



Veja esta mesma figura, o Grande Mestre Maçom Kukenbaker, em um Grupo de Discussão do Google.


 

Gerald B. Gardner
Maçom, Fundador da Wicca (A Bruxaria Moderna)

“Uma coisa é clara: Pelo menos alguns elementos da Wicca possuem coisas em comum com os rituais da Maçonaria” (Fonte: Site maçom masonic-info)

Wicca: Significa Bruxaria, Feitiçaria. É um movimento pagão, ocultista e propagador de princípios totalmente anticristo, tais como: O homem é uma divindade, dizem eles: “você é deus e você é deusa”; a vida é para ser vivida em prazeres; pela iniciação a mente adquire poderes mágicos; não aceitam que exista pecado; praticam a adivinhação e a necromancia; o diabo não existe; negam* (enfaticamente) o Evangelho do Senhor Jesus Cristo.



* Os wiccans rejeitam o Evangelho, pois este solicita ao homem um compromisso de fidelidade a Deus, o que, evidentemente, coloca Deus não somente como o alvo de toda a existência, bem como o coloca em primeiro lugar, algo que contraria a tão almejada "liberdade de ação" ensinada na Wicca. Para esta última, o homem é uma divindade livre, unida de forma mística à natureza e ao cosmo, possuindo supostos poderes de criação e de interferência no "destino da existência". Assim como Satanás desejou, de modo rebelde, ser ele próprio um deus imitando o Criador, os satanistas, seus seguidores, também desejam ser deuses de suas existências, como se não houvesse um Criador e Juiz a quem teremos de prestar contas.


“Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo. Contudo, serás precipitado para o reino dos mortos, no mais profundo do abismo.” Isaías 14:12-15

Observe um dos símbolos que os Wiccans mais apreciam: O Ouroboros, uma serpente com a cauda na boca. Para os Wiccans (bruxos) isto significa um símbolo da Reencarnação e do Karma.

Este símbolo ocultista, o Ouroboros, pode ser facilmente encontrado em sites Wiccans. Em um deles, seu autor, respondendo a uma pergunta : “Qual é a maior mentira de todas?”, responde:

“Que nós não somos Deus” (Michaelsharp-org)


Agora veja este MESMO SÍMBOLO OCULTISTA usado pela Maçonaria:

(Figura do Jornal Maçom The Kneph)

 


Joseph Smith

Maçom, polígamo prolixo, fundador da falsa igreja cristã, a Igreja dos Santos dos Últimos Dias, os Mórmons. Foi preso após ter sido processado inúmeras vezes por desvio de dinheiro, perseguido por maridos traídos e morreu assassinado por um bando de pessoas iradas e enfurecidas depois de terem sido enganadas por esse trapaceiro e salafrário. Joseph Smith, ainda por cima, morreu atirando e matando três pessoas.

“O Mormonismo e a Maçonaria estão tão intimamente ligados e inter-relacionados que os dois nunca poderão ser dissociados” (Fonte: Do site maçom: Terry Chateau-The Mormon Church and Freemasonry-Freemason-org)



“Muitos mórmons eram maçons, inclusive o irmão de Joseph Smith, irmão Hyrum. Também Heber C. Kimball, Elijah Fordmam, Newel K. Whitney, James Adams, e John C. Bennet. Estes irmãos gostavam do espírito de irmandade e amor fraternal os quais são os fundamentos da irmandade maçônica e que caracteriza as atividades maçônicas". (Do site Mórmon: “Por que Joseph Smith escolheu se tornar um maçom?”; mormons-org)


Além de uma enorme lista de heresias anti-Bíblicas, a Igreja dos Mórmons possui o que chamam de “batismo retroativo”, tendo essa “igreja” batizado celebridades do mundo dos horrores, tais como Adolf Hitler, Josef Stalin e Vlad o Empalador (também conhecido como Conde Drácula). E tudo isso liderado pelos seguidores do maçom Joseph Smith.


Heresias do Mormonismo

O Mormonismo ensina que Cristo e o Diabo são irmãos

O Mormonismo ensina que Jesus Cristo era casado e polígamo

O Mormonismo ensina que a verdadeira igreja deixou de existir até que foi restaurada por Joseph Smith, o maçom.

O Mormonismo ensina outro evangelho (pervertido) e não aquele da Bíblia

O Mormonismo ensina a salvação dos mortos através do batismo por procuração

O Mormonismo ensina que a salvação depende de boas obras e da aceitação dos ensinamentos de Joseph Smith


"Nenhum homem que rejeita o testemunho de Joseph Smith pode entrar no reino de Deus," (Doutrinas da Salvação, vol. I, página 190).

 

Albert Pike

Maçom, era Grande Comandante e Soberano Pontífice da Maçonaria Universal. É tido como o maior maçom de todos os tempos. Era um satanista professo e andava com uma peça pendurada no pescoço representando Baphomet, um símbolo demoníaco e maçônico, também usado em rituais satânicos e presente em altares de centros de Magia Negra. Albert Pike foi o autor dos chamados Landmarcs (marcos) maçônicos, os princípios imutáveis da Maçonaria.

 

"Para vocês, Soberanos Grandes Inspetores Gerais, nós dizemos isto, que vocês podem repetir para os irmãos dos graus 32, 31 e 30: A Religião Maçônica deve ser, por todos nós iniciados dos altos níveis, mantida na pureza da Doutrina Luciferiana"; "Sim, Lúcifer é Deus..."; "E a verdadeira e pura religião filosófica é a crença em Lúcifer, o igual de Adonai; Mas Lúcifer, Deus da luz e Deus do bem, está lutando pela humanidade contra Adonai, o Deus da escuridão e do mal." 

Instructions to the 23 Supreme Councils of the World, Albert Pike, Grand Commander, Sovereign Pontiff of Universal Freemasonry, July 14, 1889

 

Allan Kardec-Hyppolite Léon Denizard Rivail

Maçom. Em 3 de outubro de 1804 nascia em Lyon, França, um dos mais ativos servos do diabo de que se tem notícia, Hyppolite Léon Denizard Rivail, cujo nome foi por ele mudado para Allan Kardec, pois, segundo afirmava, um espírito lhe disse que em outra encarnação Hyppolite Rivail havia sido um druída na Gália e que ambos (Hyppolite Rivail e o tal espírito) haviam convivido juntos. Espírita, autor do blasfemo livro "O Evangelho Segundo o Espiritismo", e um dos principais responsáveis pela difusão e pela propagação da doutrina espírita. Era maçom membro da Gande Loja Maçônica da França.

 

INTELLECTUS

Home